alavancagem financeira alavancagem financeira

Alavancagem financeira e criptomoedas: uma combinação bem rentável

6 minutos para ler

Alavancagem financeira é uma técnica que visa maximizar a rentabilidade dos investimentos. Isso mesmo: por meio de uma espécie de crédito, o investidor tem a possibilidade de movimentar um valor superior ao que possui em conta para operar em renda variável – e em criptomoedas também.

Com os investimentos oscilando sobre um valor superior, é possível multiplicar o potencial das operações – o que pode resultar em lucros ou prejuízos. No mercado das criptos, a alavancagem financeira tem um impacto ainda mais significativo, uma vez que as exchanges permitem operar alavancado com valores até 100 vezes maiores.

Por aí, dá para imaginar que se trata de uma técnica que aumenta o risco de um investimento também. Por isso mesmo, o investidor deve conhecê-la para entender se, a partir de seu perfil e de seus objetivos, faz sentido utilizá-la. Afinal, não são todos os investimentos que são ideais para todos os tipos de investidores, não é mesmo?

Para saber mais sobre o assunto, basta continuar a leitura!

O que é alavancagem financeira

Se você já precisou trocar o pneu do seu carro ou viu alguém fazendo isso, sabe como funciona uma alavanca: por meio de um pequeno esforço, é possível ampliar (e muito) a força humana. Quando falamos de alavancagem financeira, a lógica é a mesma: operar com um valor maior ao que se tem disponível em “caixa” visando multiplicar um resultado.

O ponto de atenção aqui é: em caso de sucesso, os ganhos são potencializados – mas, caso haja perdas, o prejuízo atrelado à operação também será proporcionalmente maior. Por exemplo, imagine que você disponha de R$ 5.000 para investir e a sua corretora permita uma alavancagem de até 10 vezes esse valor.

Na prática, você poderá movimentar R$ 50.000. Com isso, qualquer lucro ou prejuízo nessa operação incidirá sobre os R$ R$ 50.000, e não mais sobre o valor inicial de R$ R$ 5.000. Caso esse ativo suba 1% durante o período, o lucro da operação será de R$ 500. Da mesma forma que, caso o papel desvalorize 2%, por exemplo, o prejuízo será de R$ 1.000.

É por isso que, apesar de ser uma técnica que atrai os olhos de muitos investidores, é muito importante ter ciência de seus riscos também, afinal, caso haja qualquer perda, será necessário cobri-la, uma vez que se trata de uma operação de crédito junto a uma corretora de valores. 

Como a alavancagem funciona

Como vimos, o investidor tem a possibilidade de pleitear recursos extras para aumentar sua margem de lucro caso vislumbre um investimento no qual acredite vir a ter sucesso – em contrapartida, precisa honrar o compromisso de devolver o crédito à corretora na data acordada. Caso contrário, haverá incidência de juros sobre o valor “emprestado”.

É possível utilizar a técnica de alavancagem financeira em diversos ativos de renda variável, como ações, contratos de dólar e de índice – e até mesmo em criptomoedas. O investidor precisará, no entanto, apresentar uma garantia para a operação – que pode ser feita, inclusive, com valores investidos em renda fixa.

As operações são realizadas no próprio home broker e, geralmente, as corretoras oferecem a possibilidade de alavancar até 20 vezes o valor disponível em conta. A alavancagem pode ser aplicada em posições long (quando espera-se que o preço da criptomoeda suba), e short (quando existe a expectativa de que os preços venham a cair).

Vantagens e desvantagens

Operar alavancado, como você viu, possibilita aos pequenos investidores operar com valores mais altos – visando alcançar resultados igualmente superiores. Mas os riscos envolvidos nessas operações existem e precisam ser bem gerenciados, caso não se deseje colocar tudo a perder.

Logo abaixo, trouxemos algumas vantagens e desvantagens dessa técnica para auxiliá-lo na tomada e decisão:

Vantagens

  1. Possibilidade de obter excelentes lucros com pouco capital disponível em conta;
  2. São operações realizadas em curtíssimo prazo, portanto, os resultados também são obtidos rapidamente;  
  3. Em caso de prejuízo, o investidor precisará arcar somente com o valor da variação do ativo, e não com o valor total alavancado.

Desvantagens

  1. Da mesma forma que o potencial de lucro aumenta exponencialmente, o potencial de perda também cresce na mesma proporção;
  2. Realizar o gerenciamento de riscos desse tipo de operação é fundamental – e, para isso, o investidor precisa conhecer bem o mercado, os principais tipos de investimento e as técnicas de manejo de riscos. Portanto, a alavancagem financeira não é indicada para investidores iniciantes.
  3. Trata-se de uma técnica voltada para investidores com perfis arrojados, que disponham de tempo para operar (uma vez que as operações ocorrem no curto prazo e exigem o monitoramento constante dos ativos).

Alavancagem nos negócios

A alavancagem financeira pode ser uma grande aliada, inclusive, das empresas. Ou seja, também é possível potencializar o crescimento de um negócio por meio da alavancagem, gerando mais valor para o empreendimento e para os sócios.

No entanto, a estratégia deve ser estudada de forma criteriosa pelos empreendedores, já que os riscos relacionados à operação e à continuidade do negócio são altos – principalmente, quando analisados sob a ótica das mudanças macroeconômicas, que podem ocorrer a qualquer momento.  

Alavancagem financeira no universo das criptos

Por apresentar uma volatilidade superior à da Bolsa de Valores, por exemplo, o mercado das criptomoedas vem atraindo o olhar de investidores mais agressivos que desejam oportunidades de operar tanto nas altas, como nas baixas.

Para alavancar investindo em criptos, além da garantia de margem inicial, o investidor também precisará manter uma margem de manutenção para seus trades, garantindo que sempre haja fundos em sua conta – evitando, assim, ser liquidado.

Veja só: caso o investidor deseje investir US$ 1.000 em Ethereum (ETH) com uma alavancagem de 20x, a margem inicial exigida será de 1/20 desse valor. Na prática, será preciso dispor de US$ 50 em conta para poder começar a operar alavancado.

Dá para imaginar que os riscos dessas operações, principalmente quando realizadas com criptomoedas, são muito altos. Por isso é tão importante adquirir experiência e estudar bastante o mercado para tomar decisões assertivas. E você, já possui alguma experiência com a alavancagem financeira? Deixe um comentário aqui para a gente!

Posts relacionados

Deixe um comentário