O que é alavancagem financeira?

Tempo de leitura: 4 minutos

Na Bolsa de Valores, o termo alavancagem financeira se refere à uma ferramenta utilizada por investidores com tolerância ao risco e que desejam maximizar seus resultados utilizando uma soma de dinheiro maior do que se têm em conta para investir.

Mas como funciona a alavancagem financeira? O que é preciso para investir alavancado? Quais são os riscos envolvidos nesse tipo de operação? Continue lendo este texto para tirar as suas dúvidas!

Estratégia para ampliar os resultados

A alavancagem financeira permite aos investidores tomarem dinheiro emprestado de terceiros – frequentemente das corretoras de valores – para a compra de ativos. Por meio dela, o investidor consegue maximizar os ganhos.

Por exemplo, se o investidor tem R$ 10 mil disponíveis para investir e se a corretora oferece uma margem de alavancagem financeira de 5x esse valor, ele poderá movimentar na Bolsa a quantia de R$ 50 mil. A boa notícia é que, se a estratégia de investimento der certo, ele ganhará em cima dos R$ 50 mil e não dos R$ 10 mil. Mas como o investidor não tem certeza se o investimento vai funcionar ou não, precisa estar ciente de que, se não atingir seu objetivo, a perda também será maximizada.

Para que a operação possa ser realizada, as corretoras de valores exigem do investidor uma margem de garantia: uma quantia de dinheiro necessária para a realização das operações. Como margem de garantia, podem ser utilizados dinheiro, ações, tesouro direto, títulos, como Certificado de Depósito Bancário (CDB), dentre outros.   

Operações com alavancagem financeira 

É possível fazer uso da estratégia em diferentes tipos de investimento, no entanto, ela é mais frequente em três operações na Bolsa de Valores: 

Day Trade (operações de curtíssimo prazo)

Nestas operações, o investidor abre e fecha a posição de investimento no mesmo dia, ou seja, o investidor/trader realiza operações de compra e venda de um ativo no mesmo pregão com o intuito de ganhar por meio de pequenas oscilações. O Day Trade pode durar segundos, minutos ou até horas. A alavancagem financeira permite que o investidor potencialize o seu resultado nas operações realizadas durante o pregão.

Powered by Rock Convert

Mercado Futuro 

O mercado futuro é composto por contratos de intenções, com negociações não especificamente de uma mercadoria, mas de preços futuros que podem ser atribuídos a ela. Os produtos podem ser café, soja, milho, ouro, boi gordo, dólar, commodities, entre outros. A alavancagem financeira também é bastante comum e utilizada no mercado futuro. 

Para estes instrumentos, a alavancagem financeira é uma característica do produto, uma vez que só é exigido do investidor uma margem de garantia para os contratos, já que o resultado das operações é creditado ou debitado diretamente na conta dele. O ponto positivo é que o limite é muito maior que no mercado de ações, podendo chegar a mais de 500 vezes o valor do capital do investidor. Quem atua no mercado futuro precisa estar ciente que o risco é proporcional: o resultado é potencializado, seja ganhando ou perdendo. 

Venda a descoberto (short selling) 

Nas operações de venda a descoberto, conhecidas também como short selling, o investidor lucra com a queda no preços das ações. Para isso, vende uma ação mesmo sem tê-la e as recompra quando estão mais baratas, lucrando, portanto, com a diferença nos preços. 

Caso esse processo dure mais de um dia, o investidor deve alugar as ações da sua corretora de valores ou de algum investidor que as tenha disponíveis, vendê-las, e, em seguida, recomprá-las para devolvê-las para seu dono. Neste contexto, a alavancagem financeira é usada para maximizar os ganhos. 

Riscos da alavancagem financeira 

A alavancagem financeira é uma estratégia de risco que, se não for bem sucedida, pode fazer com o que o investidor tenha mais prejuízo do que se não estivesse operando alavancado, porque os resultados serão calculados sobre o valor alavancado. Não há como escapar desse cenário. 

Portanto, antes de optar pela alavancagem financeira, veja se o seu perfil de investidor está de acordo com essa estratégia e, acima de tudo, quanto de risco você pode correr. Planeje muito bem cada investimento e assegure-se de mapear todos os riscos envolvidos. Estude o mercado, estabeleça as suas estratégias de investimento e faça uma análise minuciosa por meio de dados sólidos e atestados por fontes seguras dos ativos que você vai investir, para não ser pego de surpresa. 

Tem interesse em investir alavancado e não sabe por onde começar? Ou tem interesse em se aprofundar no assunto? A Vexter pode ajudar!

Com a nossa plataforma, você aprende, compartilha informações, fica por dentro das novidades do mercado e tem contato com outros investidores. Faça um cadastro gratuito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *