O que é análise técnica e por que acompanhar analistas de investimentos

12 minutos para ler

Identificar boas oportunidades para tomar decisões assertivas é o objetivo de todo investidor, mas o maior desafio está justamente na leitura e análise adequada do comportamento do mercado financeiro – nem sempre tão simples de serem feitas quanto parece.

Não importa se você é um investidor experiente ou se está começando agora, acompanhar as recomendações de um Analista de Investimentos na hora de vender e comprar ativos na Bolsa de Valores pode fazer toda a diferença em relação aos seus resultados.

Quer ver? Continue a leitura para entender mais sobre a ferramenta que auxilia os investidores nas negociações a partir do estudo dos preços – e porque vale a pena contar com a ajuda de um profissional capacitado para interpretar corretamente os movimentos do mercado. Boa leitura!

O que é a Análise Técnica

Também conhecida como Análise Gráfica, a Análise Técnica é uma das ferramentas mais utilizadas pelos investidores que operam na Bolsa de Valores a curto prazo. Baseada na observação da lei da oferta e procura, auxilia o trader a identificar padrões no comportamento do mercado em relação à compra e venda de ativos em dado período de tempo.  

Os fundamentos da Análise Técnica estão diretamente ligados à probabilidade estatística. Isso quer dizer que, a partir das tendências observadas e com o objetivo de fazer projeções para o movimento do preço das ações, os investidores utilizam indicadores nos gráficos.

Ao contrário da Análise Fundamentalista – em que cada segmento da empresa deve ser analisado a partir de sua especificidade – os critérios observados por meio dos gráficos antes da tomada de decisão são similares independente de qual seja o ativo.

Existem inúmeros ativos na Bolsa de Valores para se analisar, como ações, contratos futuros e índices, e todos eles passam por ciclos de alta, de baixa e de indefinição no mercado. O papel dos gráficos é justamente de indicar para o analista de investimentos ou para o trader essas tendências, o que auxilia na identificação de oportunidades e na tomada de decisão – inclusive, quando o(s) ativo(s) passa(m) por situações de maior indefinição.

Tipos de análise existentes

Os analistas de investimentos focam em diferentes dados para tomar as suas decisões e apontar oportunidades – levando em conta seus objetivos ao investir. É por isso que existem duas formas de analisar o mercado:

Análise técnica

Como sabemos, a Análise Técnica é o estudo dos gráficos da variação dos ativos. Os analistas que utilizam esse procedimento não avaliam os fundamentos de uma empresa, pois acreditam que esses dados já estão condensados no preço de uma ação.

Análise fundamentalista

A análise fundamentalista é o estudo de fatores econômicos (fundamentos de uma empresa ou instituição). Um analista fundamentalista foca no balanço patrimonial, na demonstração do fluxo de caixa e na demonstração de resultados de uma empresa.

Quando utilizar a Análise Técnica

Ao contrário da análise fundamentalista, a análise técnica é ideal para prever movimentos e tendências do mercado a curto prazo, auxiliando o investidor a identificar, por exemplo, quando o preço de um ativo pode subir ou cair ao longo de um dia, de uma semana ou de um breve período de tempo.

Quem está investindo em ações, opções ou contratos, assumindo as posições de day trade – encontra na análise técnica uma ótima alternativa para tentar prever tendências e se antecipar a cenários distintos no mercado financeiro. 

Portanto, se o seu objetivo é investir na Bolsa de Valores com o foco no curto prazo, aposte na análise técnica!

Como operar utilizando os gráficos

Tendo a Análise Gráfica como referência, existem diversas técnicas que permitem ao investidor negociar os ativos no mercado, comprando ou vendendo-os. Por exemplo:

É possível montar operações a favor de uma tendência principal comprando um ativo que vem de um movimento de alta com a expectativa de que esse padrão continue. Também é possível montar operações contra a tendência, isso é, apostar em um ativo proveniente de um movimento de baixa acreditando em uma recuperação de curto prazo.

Para realizar a leitura correta dos gráficos, o trader também precisa conhecer seus elementos e significados:

  • Período ou frequência: essa variável traz informações relativas ao preço máximo e mínimo de um ativo em dado período de tempo, que pode compreender minutos, horas ou dias.
  • Preços considerados: outras variáveis além do preço do ativo no momento de análise, também devem ser consideradas ao operar utilizando um gráfico. São elas:
    • Abertura: ao iniciar um novo período gráfico, é considerado o primeiro preço do ativo negociado pelo mercado.
    • Fechamento: indica o último preço do ativo ao término do período gráfico.
    • Máxima: é o preço máximo atingido por um ativo durante as negociações no período.
    • Mínima: é o menor preço do ativo negociado pelos investidores durante o período.
    • Volume: diz respeito ao valor total negociado no período gráfico em análise.

Apesar de intuitiva, a Análise Técnica demanda conhecimento do trader que visa identificar boas oportunidades operando no mercado por meio dos gráficos. Se você deseja se aprofundar mais no assunto, aproveite para acessar e conferir o curso sobre Análise Técnica da Vexter.

O que os investidores precisam para dominar a análise técnica

Estudar o mercado, traçar estratégias e conhecer seus próprios objetivos são as chaves para o sucesso de todo investidor. Como diz um dos mais importantes e bem-sucedidos investidores da atualidade, Warren Buffett, “o risco vem de você não saber o que está fazendo”.

É por isso que, antes de mais nada, o investidor deve ter em mente que conhecimento é o primeiro ativo no qual devemos investir. Sabendo disso, é hora de colocar a mão na massa:

  • Busque conhecer mais sobre estatística: ao compreender as teorias relativas à probabilidade e frequência de ocorrência de eventos, ficará ainda mais fácil ler os gráficos e observar o que há por trás dos movimentos dos ativos;
  • Estude as técnicas utilizadas para analisar os gráficos: isso é, aplique o que você já sabe sobre estatística observando, na prática, os gráficos do mercado – que podem ser diversos, de acordo com as características que o trader pretende analisar: de ações, barras, tendência e candlestick (por ser bastante visual, costuma ser o padrão gráfico mais utilizado na Análise Técnica).

Uma das principais vantagens da Análise Técnica é a sua relativa facilidade de compreensão e aplicação. Até se acostumar com os gráficos e dominar a ferramenta, no entanto, o investidor precisa dedicar um tempo ao estudo do mercado.

Vale a pena acompanhar analistas de investimentos?

Mas, no final das contas, vale ou não vale à pena acompanhar os Analistas de Investimentos? Buscar ajuda profissional é de extrema importância em várias áreas da vida e, com seus investimentos, não seria diferente.

De fato, no Brasil, muitas pessoas ainda não conhecem o trabalho desse profissional. Muito se deve à cultura de investimentos do país, que costuma fazer suas aplicações financeiras por meio do banco, seguindo os conselhos do gerente, que ainda é a referência de “ajuda para lidar com o dinheiro” para muita gente.

Porém, o país segue um movimento forte de desbancarização, o que quer dizer que os investidores têm saído dos bancos para investir em outras instituições – como as corretoras, por exemplo. Então, quando o assunto é Bolsa de Valores, ninguém melhor do que um Analista de Investimentos para ser a sua referência.

Abaixo, vamos te mostrar 5 motivos para contar com o apoio desse especialista na hora de investir. Confira!

1. O Analista de Investimentos é um profissional certificado

Para se tornar um Analista de Investimentos, o profissional precisa ser aprovado em uma prova da Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais). A certificação é chamada de CNPI e possui algumas variações para analista técnico e fundamentalista.

O profissional só pode atuar como Analista de Investimentos e realizar recomendações quando aprovado nessa certificação. Sendo assim, ele estudou e se preparou para interpretar especificamente o mercado financeiro e para traçar estratégias que vão te ajudar em seus investimentos.

2. Possui experiência de mercado

Além de ter se capacitado para interpretar os movimentos do mercado, o Analista de Investimentos estuda todos os dias o ambiente da Bolsa de Valores. Então, é bem provável que ele já tenha vivenciado diferentes tipos de circunstâncias e, com isso, adquirido experiência para lidar com cada uma delas.

Essa vivência pode contribuir de maneira muito positiva para seus investimentos. Sendo assim, procurar saber sobre a experiência do profissional é muito importante para fazer uma boa escolha do Analista de Investimentos que você vai seguir as recomendações.  

3. Entende os aspectos técnicos da análise

Existem diferentes indicadores que são levados em consideração na hora de fazer uma análise. Muitas pessoas até entendem esses conceitos, mas acham difícil interpretar os indicadores nos gráficos – até porque, como sabemos, apesar de intuitiva, a análise técnica requer conhecimento do mercado e certa experiência.

Por ser um especialista no assunto, o Analista de Investimentos pode te entregar uma análise completa sobre o comportamento de um ativo. Esse profissional é preparado para realizar análises. Ele possui técnicas para interpretar as oscilações do mercado e identificar tendências para entender a melhor hora de comprar ou vender um ativo.

4. Acompanha o mercado diariamente

O Analista de Investimentos acompanha o mercado em tempo integral. Ele vive esse ambiente todos os dias e possui um olhar treinado para encontrar pontos e comportamentos importantes em um gráfico, o que o torna apto a realizar uma análise completa.

Esse acompanhamento diário faz com que o Analista de Investimentos consiga encontrar várias operações que, muitas vezes, o investidor não localizaria sozinho. Por isso que, mesmo sabendo fazer suas próprias análises, contar com a opinião de um profissional pode trazer um diferencial na tomada de decisão.

5. Interpreta as informações de maneira assertiva

Diversos eventos podem impactar no preço de um ativo e interpretar os impactos do que acontece no Brasil e no mundo não é uma tarefa simples. Principalmente em uma época em que as fake news (notícias falsas) são disseminadas com tanta força, saber interpretar as informações da forma correta é fundamental para tomar decisões equilibradas. Contudo, os Analistas de Investimentos estão sempre atentos ao mercado e aos acontecimentos – por isso, conseguem interpretá-los de forma adequada e fazer recomendações precisas.  

Como consultar um analista de investimentos

Agora que você entendeu a importância de contar com o apoio do Analista de Investimentos ao investir na Bolsa de Valores, vamos entender como ter acesso a esse profissional. Os analistas de investimentos podem trabalhar para uma empresa que oferece os serviços de análise de ativos – como a Vexter, que além de ser uma plataforma de investimentos na Bolsa, também possui uma área de análise muito bem estruturada.

Dessa forma, quando você acessa o serviço desse tipo de empresa, você poderá receber as recomendações enviadas por eles.

Como os analistas da Vexter operam

Se você chegou até aqui, muito provavelmente deve estar se perguntando como os analistas da Vexter trabalham, correto?!

Se você apostou na Análise Técnica, está no caminho certo! Acompanhando padrões e tendências de negociação dos ativos no mercado, os analistas da Vexter desenham estratégias consistentes para a tomada de decisão nos momentos oportunos – de forma a auxiliar o investidor a identificar boas oportunidades e a operar com mais confiança, sempre tendo em vista relação risco X retorno.

Por meio da plataforma de investimentos, os analistas definem as estratégias para gerenciamento de risco: a ideia é garantir uma boa experiência ao investidor e vida longa à sua caminhada no mercado financeiro, operando de maneira inteligente e consciente na tomada de decisão. 

Ter o apoio de um profissional certificado e experiente pode fazer toda a diferença nos resultados dos seus investimentos. Por isso, se o seu objetivo é aprimorar sua carteira de investimentos e operar com confiança em busca de boas oportunidades, não deixe de acompanhar as recomendações de analistas experientes. A Vexter tem uma equipe completa de especialistas qualificados que acompanham todo o pregão para compartilhar análises com os investidores. Cadastre-se gratuitamente na plataforma e venha conhecer mais sobre o trabalho do nosso time de analistas!

Posts relacionados

Deixe um comentário