como investir em BDR como investir em BDR

Como investir em empresas estrangeiras

11 minutos para ler

Já pensou ter em sua carteira de investimentos com ações de empresas internacionais como Apple, Tesla, Disney ou Google?! Pode começar a se animar, pois através dos BDRs é possível ter aplicações em empresas estrangeiras sem precisar abrir conta em uma corretora no exterior! Aprenda agora como investir em BDR.

Boa leitura!

O que são BDRs?

O BDR, Brazilian Depositary Receipts, são recibos que representam ações emitidos no Brasil e que replicam as ações de empresas estrangeiras na Bolsa Brasileira e estão disponíveis para investidores adquirirem. 

Ou seja, os BDRs são recibos que representam ações de empresas negociadas no exterior que são compradas por uma instituição depositária que custodiam e vinculam essas ações aos recibos (BDRs), que são negociados no Brasil. Várias empresas possuem BDR na Bolsa Brasileira, como a Apple, o Facebook, a Netflix e também empresas brasileiras listadas no exterior, como a Stone e a PagSeguro.

Essa nova modalidade de investir em capital estrangeiro foi regularizada em outubro de 2020. Antes, investir em empresas do exterior era restrito a investidores mais experientes e com patrimônio mais consolidado. 

Com a iniciativa do BDR, o tamanho do lote padrão de negociação foi reduzido e qualquer pessoa pode comprar ações estrangeiras, independente do capital em carteira, dando mais acessibilidade através da bolsa nacional e diminuindo o processo burocrático exigido anteriormente. 

Características do BDR

Os BDR são classificados em dois tipos diferentes: patrocinados e não patrocinados. Essa divisão se dá de acordo com a disponibilização dessas ações dentro da bolsa brasileira. Entenda: 

BDR Patrocinados

Os BDRs patrocinados são aqueles que têm influência direta da empresa emissora durante todo o processo. Este tipo, na maioria das vezes ocorre quando a companhia tem interesse no mercado brasileiro e busca expandir sua presença no país. Por isso, se encarrega de contratar uma instituição depositária para fazer a ponte entre os investidores e as ações disponibilizadas.

Os BDRs patrocinados podem ser divididos em 3 níveis, de acordo com o volume de dados compartilhados com os investidores e o tipo de distribuição permitida para cada nível. 

Nível 1 

No nível 1, os BDRs não precisam de registro da companhia na CVM, Comissão de Valores Imobiliários, para serem negociados. Todavia, a operação só pode ser realizada em mercado de balcão, quando não é negociada dentro da bolsa de valores, ou em outros ambientes da bolsa que foram especificamente criados para essa função.

 Caso a distribuição seja feita por oferta pública, esse processo será realizado através de ofertas restritas (oferta 476), nome informal dado as ofertas públicas que seguem as normas da CVM e os BDRs deste nível estão restritos ao número máximo de 50 investidores. 

Quanto a regulamentação e transparência, a empresa depositória tem a obrigação de divulgar de todas as informações e demonstrações financeiras da empresa de origem para acesso dos investidores e não é necessário a converter os valores para moeda do pais do investidor. 

Nível 2 e 3

Já os BDRs patrocinados de nível 2 e 3 são parecidos. Em ambos, a empresa emissora precisa fazer seu registro junto à CVM para estar regularizada no mercado brasileiro e podem ser negociados no pregão da bolsa. Porém, se diferem quando oferecidos em ofertas públicas.

 Os BDRs de nível 2 só poderão receber ofertas públicas com ofertas restritas. Já o nível 3, as ofertas podem ser amplas, desde que tenha registo na CVM. A regulamentação dos BDRs deste nível, são exigidos das companhias emissoras que sigam as regras estabelecidas para empresas brasileiras de categoria A da bolsa, como Petrobrás, Vale e Gol.

BDR Não Patrocinado

Já os BDRs não patrocinados, são BDR com certificados lançados pela instituição depositária e não pela companhia emissora. As instituições que fazem esse tipo de transação, buscam oferecer para seus clientes mais opções de investimento. Esse tipo de ativo compõe a maioria dos certificados de depósito disponíveis hoje na bolsa brasileira.

E assim como os BDRs patrocinados, é responsabilidade da instituição depositária divulgar os balanços, relatórios e informações relevantes da empresa emissora para seus clientes investidores. 

Códigos de negociação dos BDRs

Como vimos, os BDRs são ações estrangeiras negociadas na B3. Por isso, também possuem tickers, ou códigos de negociação, que possibilitam aos investidores reconhecerem o tipo de papel que estão adquirindo ou vendendo. 

As quatro letras iniciais indicam a companhia emissora, como por exemplo: AAPL (Apple) e DISB (Disney). Logo em seguida, vêm os números que indicam o grupo dos BDRs. Confira:

  • BDRs Patrocinados Nível I: não possuem código ao final do ticker;
  • BDRs Patrocinados Nível II: possuem código terminando em 32;
  • BDRs Patrocinados Nível III: possuem código terminando em 33;
  • BDRs Não Patrocinados: possuem código terminando e 34 ou 35.

Quais os BDRs mais negociados na B3

A novidade do ano para alguns investidores é, de fato, a possibilidade de investir, de casa – e sem precisar abrir contas em corretoras no exterior – em grandes companhias internacionais, e ou nacionais que abriram seu capital lá fora.

Anunciada em setembro de 2020 pela CVM, as novas regras para os BDRs democratizaram o acesso a esses ativos e passaram a contribuir para que empresas estrangeiras aumentem a captação de capital junto aos investidores brasileiros.  

baixar simulador de investimentos na bolsa gratuitamente

Abaixo, você confere alguns dos BDRs mais negociados na B3 até o momento. Os dados são de dezembro de 2020:

Apple Inc. 

É de se imaginar que a Apple fez e segue fazendo história desde a sua fundação, em 1976. Não por acaso, ela é, hoje, uma das companhias mais valiosas do mundo – atingindo 2 trilhões de dólares em valor de mercado.

As ações da Apple são negociadas na B3 com o código AAPL34 e valor unitário que gira em torno dos R$ 68.

Amazon.com Inc.

Atrás da Apple, temos a gigante de tecnologia Amazon representando, também, a maior parte dos BDRs negociados na B3. Com valor de mercado de um trilhão de dólares, a companhia tem seus ativos disponibilizados na nossa Bolsa de Valores por meio do ticker AMZO34, com valor unitário aproximado de R$ 105.

Microsoft Corporation

Também com valor de mercado que bate a casa de um trilhão de dólares, a Microsoft, de Bill Gates, também está no topo das negociações quando o assunto é BDRs. Com o código MSFT34, possui valor unitário em torno de R$ 48.

Entenda como investir em BDRs

Antes de te explicar como fazer o investimento em BDRs, é importante entender uma das principais diferenças sobre essa modalidade de ação e das ações nacionais: ao investir em um BDR você não se torna sócio da empresa. Isso porque, você estará fazendo um investimento indireto, comprando um recibo lastreado na ação da bolsa de valores de origem.

Isto quer dizer que você não terá os direitos que um acionista tem, como o direito ao voto. Contudo, poderá desfrutar da valorização da moeda estrangeira e dos seus direitos financeiros, como dividendos e juros sobre capital próprio.

Vantagens em investir em BDR

Um dos pontos favoráveis dos BDRs é a possibilidade de diversificação da sua carteira em um mercado global e deixar parte de sua carteira dolarizada. Pois apesar de toda negociação e compra acontecer na sua moeda nacional, os seus dividendos serão em dólar. 

Sendo assim, o que irá interferir no comportamento do ativo investido será a volatilidade da ação, a frequência das oscilações no preço de um ativo em um período determinado de tempo, e a cotação do dólar em reais. 

Riscos em investir em BDR

Apesar de ser um investimento muito vantajoso, como todo investimento de renda variável, há alguns pontos que devem ser analisados, de acordo com seu perfil investidor, para assumir os possíveis riscos deste tipo de investimento. 

Da mesma forma que a variação do dólar traz uma proteção, o potencial de valorização de uma ação pode entrar em conflito com o risco cambial, por isso, é preciso ter um acompanhamento contínuo!

Por exemplo, você está comprando um BDR da Apple, por U$100,00 equivalente a R$550,00. Se nos próximos meses essa ação valorizar 20% (U$120,00), mas a cotação do dólar cair para R$5,00, a sua carteira será de R$600,00 reais, gerando uma valorização de 9% e não de 20%.

Outro ponto desfavorável dos BDRs que deve ser levado em consideração é a tributação. Nas ações negociadas no Brasil, existe a isenção do imposto sobre o lucro para operações mensais abaixo de R$20mil (exceto Day Trade) e os dividendos não são tributados. 

Contudo, os investimentos de BDRs tem seus dividendos taxados de acordo com as regras tributárias do país que ele foi adquirido. A tributação do BDR é de 15% sobre o lucro, como toda operação de renda variável no Brasil. 

Além disso, os dividendos também são taxados pelas instituições depositárias que disponibilizam os recibos para compra e venda dos investidores. Essa taxa é cobrada pelo serviço prestado pela transação, gestão e conversão da moeda. Essa taxa pode variar de 3% a 5% dos dividendos recebidos. 

Agora que você já sabe o que são os BDRs, seus tipos, as vantagens e riscos sobre este tipo de investimento. Chegou a hora de aprender na prática como adquirir esses ativos e deixar sua carteira de investimentos diversificada. 

Como investir em BDRs

Para realizar as transações de compra e venda de um BDR, basta acessar o home broker da sua corretora e buscar o código da empresa interessada. 

Por exemplo, a Apple, você irá no campo de buscar e digitará APPL34, para comprar o lote, ou APPL34F, para comprar ações fracionadas. Ao selecionar a quantidade de ações desejadas você coloca sua oferta. 

E pronto! De forma simples e fácil você estará diversificando sua carteira de investimentos!

Mas se você ainda está com receio e quer estudar o cenário do BDR na prática, você pode utilizar o aplicativo da Vexter para simular como seriam seus lucros com BDR em tempo real e de acordo com a cotação atual do dólar. 

 Top 10 principais empresas para investir em BDRs. 

Elencamos algumas empresas que você deve ficar de olho em 2022, pois tendem a crescer nos próximos anos, pois são ligadas ao setor de tecnologia, comunicação, vendas online, fármacos, combustíveis e entretenimento. Com a pandemia mundial do Covid-19 esses setores cresceram em ritmo acelerado e a tendência é continuarem crescendo nos próximos anos. 

EMPRESACÓDIGOSETORPAÍS DE ORIGEM
TESLA MOTORSTSLA34TECNOLOGIAEUA
MERCADO LIVREMELI34COMUNICAÇÃOARGENTINA
APPLEAAPL34TECNOLOGIAEUA
AMAZONAMZO34CATÁLOGOS E ENTREGAS DOMICILIARESEUA
GOOGLEGOGL34TECNOLOGIAEUA
DISNEYDISB34ENTRETENIMENTOEUA
JOHNSON E JOHNSONJNJB34FARMACÊUTICA EUA
ALIBABABABA34TECNOLOGIA/ E-COMMERCECHINA
US FINANCIALBIYF39FINANCEIROEUA
DEVON ENERGYD1VN34PETROLE, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEISEUA

Os BDRs surgiram no mercado financeiro como uma alternativa acessível para os investidores diversificarem sua carteira com ativos negociados no exterior. Agora que você já conhece os prós e os riscos de investir em BDRs, o que você achou dessa possibilidade para sua carteira de investimento? 

Sempre que for tomar uma decisão em relação a um novo investimento, lembre-se de avaliar como ele o ajudará na construção do seu patrimônio no longo prazo.

Posts relacionados

Deixe um comentário