empresas de tecnologia empresas de tecnologia

Maiores empresas de tecnologia listadas na bolsa de valores

7 minutos para ler

Nos últimos anos, as empresas de tecnologia são vistas como as maiores promissoras na Bolsa de Valores brasileiras (B3). Isso porque o mundo está cada vez mais conectado e as pessoas (físicas e jurídicas) mais dependentes de recursos tecnológicos. Sendo assim, o mercado financeiro passou a perceber um grande potencial das ações das empresas desse setor e com boas expectativas de crescimento ao longo prazo. 

Por isso, neste texto, vamos contar quais são as maiores empresas de tecnologia que estão listadas na Bolsa de Valores brasileira. Confira abaixo!

O que são empresas de tecnologia?

Empresas de tecnologia são caracterizadas pela fabricação, desenvolvimento ou fornecimento de produtos e serviços de vários tipos de tecnologias. 

Essas companhias podem atender o consumidor final ou entregar soluções para outras empresas. 

Geralmente, essas instituições fornecem computadores, dispositivos, softwares, aparelhos e serviços tecnológicos. 

O grande diferencial dessas empresas de tecnologias é a capacidade de transformar os hábitos humanos em um curto período de tempo, como empresas de transporte privado urbano, empresas de streaming, plataforma de aluguel de hospedagens, entre outras.

Setor de tecnologia no Brasil

Um estudo da IDC Predictions, empresa fornecedora de inteligência de mercado que antecipa tendências e movimentos, mostrou que os setores de TI, telecomunicação e comunicação já respondem por 7% do PIB nacional.

O estudo mostra também que o setor de Tecnologia da Informação (TI) tem expectativa de chegar a 11% até 2022, já a alta prevista para a área de telecomunicações é de 2%. 

Portanto, o setor de tecnologia no Brasil tem grandes oportunidades para o futuro. A IDC Brasil indica que as tendências no mundo da tecnologia estão voltadas para segurança, inteligência artificial, nuvem pública e modernização de sistemas de gestão e experiência do cliente. 

Por que investir nas ações de empresas de tecnologia?

Existem várias vantagens que comprovam que pode valer a pena investir em empresas do setor de tecnologia. Podemos citar algumas delas:

  • Inovação constante: esse setor, geralmente, oferece inovações tecnológicas constantes para outras companhias diferenciarem seus modelos de negócios e para modificar o modo de vida das pessoas. 
  • Empresas em crescimento: ainda possuem muito mercado para conquistas com as suas inovações tecnológicas. 
  • Empresas sólidas: embora existam muitas fintechs e startups de tecnologia, esse setor já possui empresas consolidadas e estabelecidas no mercado financeiro.

Maiores empresas de tecnologia na Bolsa de Valores

Como você pode perceber, investir no setor de tecnologia pode ser uma ótima opção para quem deseja investir em empresas com propostas inovadoras e com chances de crescimento. 

Veja quais estão disponíveis na Bolsa de Valores brasileira, a seguir:

Totvs (TOTS3)

A Totvs (Totvs S.A) é uma empresa brasileira de criação e comercialização de softwares que possui capital aberto e é negociada na B3 com o código TOTS3.

A Totvs é uma das maiores companhias do seu segmento presentes na B3 e foi a primeira empresa do setor de TI da América Latina a abrir capital, em 2006, no segmento do Novo Mercado

Em março de 2020, seu valor na bolsa era de R$16,51, já em julho de 2020, aumentou para R$25,83, um crescimento de 56,45% mesmo durante a crise.

Sinqia (SQIA3)

A Sinqia é uma das empresas de tecnologia mais antigas listadas na B3 e pode ser comercializada com o código SQIA3.

As soluções tecnológicas oferecidas pela Sinqia são destinadas para o mercado financeiro, principalmente os maiores bancos brasileiros. 

Mesmo com a crise em 2020, a empresa alcançou um recorde de R$48,6 milhões na receita líquida do trimestre, um crescimento superior a 26,2% em comparação ao mesmo período de 2019.  

Positivo (POSI3)

A Positivo Tecnologia (Positivo Tecnologia S.A) é uma empresa brasileira de tecnologia que possui seu capital aberto e negociado na Bolsa de Valores com o código POSI3.

A principal atividade da empresa Positivo é a comercialização de produtos de informática, principalmente a fabricação e venda de computadores. 

A Positivo Tecnologia pode ser uma opção para quem deseja investir nas ações de empresas de tecnologias, já que a companhia é líder em vendas de computadores no mercado brasileiro e possui preços competitivos de seus produtos.

Locaweb (LWSA3) 

A Localweb é uma empresa de tecnologia especializada em hospedagem de sites e está listada na B3 com o código LWSA3. 

Em 2021, após um ano da sua estreia na Bolsa, as ações da Locaweb acumularam uma alta de quase 600%

A explicação para esse crescimento das ações é o fato de pequenas e médias empresas passarem a digitalizar seus negócios por conta da pandemia. 

Linx (LINX3)

A Linx é uma plataforma de software para o varejo que possui clientes como Boticário, Natura, Centauro, Tok&Stok, Ipiranga e Drogaria São Paulo.

No final de 2021, a Linx foi comprada pela Stone (STNE), empresa de máquinas de pagamentos, por R$ 6,7 bilhões após meses de disputa.

A Linx está na Bolsa de Valores brasileira e suas ações podem ser negociadas com o código LINX3. 

Intelbras (INTB3)

A Intelbras, empresa fabricante de produtos e soluções em segurança, redes e telecomunicação, abriu seu IPO na Bolsa em fevereiro de 2021. 

A sua entrada na B3 teve uma forte alta, suas ações listadas no Novo Mercado registraram um preço de R$18,50 na sua abertura e ao longo do dia chegou a R$20,34.

As expectativas do mercado sobre as ações da Intelbras são altas, já que a empresa possui várias vantagens competitivas, como ampla rede distribuição, presença em 98% dos municípios brasileiros, entre outras. O código da Intelbras na Bolsa é INTB3.  

Méliuz (CASH3)

A Méliuz é uma startup que oferece uma plataforma de cupons de desconto. No final de 2020, a companhia estreou na B3 e suas ações passaram a ser negociadas com o código CASH3. 

Mesmo que caracterizada como uma startup de tecnologia, a Méliuz possui um negócio sólido de 9 anos de história. 

A expectativa do mercado financeiro é de valorização das ações da Méliuz até o final de 2021, já que existe um aumento das vendas no e-commerce e a cultura do cashback tem potencial de crescimento. 

Google (GOGL34)

O Google é uma empresa multinacional dos Estados Unidos que hospeda e desenvolve uma série de serviços e produtos na internet, gerando lucro através da publicidade.

As ações do Google estão presentes na Bolsa de Valores brasileira como uma BDR, chamada Alphabet.

O BDR (Brazilian Depositary Receipt) são títulos que representam as ações emitidas em outros países, mas que são negociados no pregão da B3 no Brasil.

Sendo assim, os investidores podem negociar BDRs da Alphabet, a holding detentora do Google na Bolsa, através do código GOGL34.

Amazon (AMZO34)

A Amazon é outra BDR que possui papéis na Bolsa de Valores do Brasil e pode ser negociada pelos investidores com código AMZO34. 

Essa empresa de tecnologia oferece produtos e serviços por meio dos sites, além da fabricação e venda de dispositivos eletrônicos.

No começo de 2020, os BDRs da Amazon custavam R$48,45 e em dezembro do mesmo ano chegaram a valer R$105,98, ou seja uma valorização de 118%.

O que você achou das empresas de tecnologia presentes na Bolsa de Valores brasileira? Assine a nossa newsletter para saber mais sobre as melhores  notícias sobre o mercado financeiro.

Posts relacionados

Deixe um comentário