empresas sustentáveis empresas sustentáveis

As empresas mais sustentáveis da bolsa de valores

6 minutos para ler

No final do ano passado, a Bolsa de Valores divulgou a lista de companhias integrantes da 16ª carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE – da B3, com validade para todo o ano de 2021. Com grande relevância no mercado, o ISE serve como parâmetro para investidores que desejam investir em instituições comprometidas com o desenvolvimento sustentável.

A verdade é que, hoje, companhias comprometidas com as boas-práticas de gestão ambiental acabam saindo na frente em diversos aspectos: pautadas nos padrões ESG (sigla que envolve os aspectos ambientais, sociais e de governança), além de apresentarem melhores resultados ao longo do tempo, as empresas sustentáveis vêm se tornando cada vez mais atrativas para os investidores ao redor do mundo.

Se o seu objetivo é conhecer mais sobre essas empresas, você está no lugar certo! Siga a leitura deste artigo que vamos te contar o que há de mais relevante sobre o tema no mercado financeiro.

O que são empresas sustentáveis?

Certamente, você já acompanhou diversos debates e discussões sobre a pauta da sustentabilidade – e, em menor ou maior grau, já pôde perceber a importância do assunto nos dias de hoje.

Por muito tempo, o homem pensou que a natureza pudesse ser fonte inesgotável de recursos. O impacto da atividade humana provocou e vem provocando danos imensuráveis ao meio ambiente – a diferença é que, hoje, sabemos que está em nossas mãos mudar o futuro do nosso planeta.

Mas como contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade mais sustentável, afinal? Se engana quem pensa que sustentabilidade e economia caminham em direções opostas: quanto mais comprometida com a boa gestão e com as práticas socioambientais, melhores (e maiores) tendem a ser os resultados financeiros de uma companhia no mercado.

E os números não mentem: várias empresas brasileiras vêm investindo cada vez mais nos aspectos sustentáveis de seu negócio, motivadas pela tendência do mercado atual. Em linhas gerais, esses aspectos envolvem a busca pelo equilíbrio entre produzir e degradar; crescer e proteger o meio ambiente; desenvolver e, ao mesmo tempo, cuidar de pessoas.

Um grande desafio para as companhias, essas novas práticas e condutas estão cada vez mais em pauta.

ESG: fatores ambientais, sociais e de governança

ESG, ou environmental, social and governance (aspectos ambientais, sociais e de governança, em português), nada mais é do que a junção dos conceitos que falamos anteriormente.

Baixar simulador de investimentos na bolsa de forma gratuita

Como a pauta ambiental ganha cada vez mais força, é natural que a forma de mensurar, mapear e dimensionar as práticas socioambientais também entrem em foco. Os padrões ESGs servem então como diretrizes para planos de ação quando o assunto é minimização de impactos ambientais e potencialização de boas práticas de governança.

Observando do ponto de vista do mercado financeiro, empresas que governam alinhadas ao ESG são mais atrativas para investidores, uma vez que tendem a apresentar práticas e resultados mais sustentáveis. Isso quer dizer, consequentemente, que são mais competitivas e promissoras.

Por que o ESG vem ganhando força na Bolsa de Valores

Em 2020, o Índice de Sustentabilidade (ISE) da B3 apresentou um desempenho melhor do que o do principal índice da Bolsa de Valores (Ibovespa), acumulando uma valorização de 294,73%, em comparação aos 245,06% do Ibovespa.

O ESG, diretamente atrelado ao ISE, atua como um selo de qualidade para as companhias – afinal, indicam como elas se posicionam frente às demandas sociais e ambientais atuais. Todos esses aspectos trazem mais transparência ao negócio e acabam funcionando, também, como um mitigador de risco.

Não é à toa que, atualmente, determinados fundos de investimentos somente adquirem papéis de empresas alinhadas aos critérios ambientais, sociais e de governança – o que reforça a importância da pauta entre os investidores. Apesar disso, o conceito e a aplicação do ESG ainda precisam evoluir e se consolidar para acompanhar as demandas da sociedade e dos investidores.

Empresas listadas no ISE da Bolsa de Valores

Como vimos, o ISE, criado em 2005, possui um papel importante na mensuração dos padrões ESG, tanto para as companhias, como para os investidores.

Na carteira de 2021, publicada no final do ano passado pela B3, uma companhia deixou de integrar o índice (Braskem) e outras 10 passaram a integrá-lo:  BTG; Cosan; CPFL; GPA; M. Dias Branco; Marfrig; Minerva; Neoenergia; Petrobras e Suzano.

Hoje, 39 companhias compõem o Índice de Sustentabilidade. Veja quais são elas – e seus respectivos códigos de negociação na Bolsa de Valores:

  • AES Tiete (AESB3)
  • B2W (BTOW3)
  • Banco do Brasil (BBAS3)
  • Bradesco (BBDC4)
  • BRF (BRFS3)
  • BTG (BPAC11)
  • CCR (CCRO3)
  • Cemig (CMIG4)
  • Cielo (CIEL3)
  • Copel (CPLE6)
  • Cosan (CSAN3)
  • CPFL (CPFE3)
  • Duratex (DTEX3)
  • Ecorodovias (ECOR3)
  • EDP (ENBR3)
  • Eletrobras (ELET6)
  • Engie (EGIE3)
  • Fleury (FLRY3)
  • GPA (PCAR3)
  • Itaú Unibanco (ITUB4)
  • Itaúsa (ITSA4)
  • Klabin (KLBN4)
  • Light (LIGT3)
  • Lojas Americanas (LAME4)
  • Lojas Renner (LREN3)
  • M. Dias Branco (MDIA3)
  • Marfrig (MRFG3)
  • Minerva (BEEF3)
  • Movida (MOVI3)
  • MRV (MRVE3)
  • Natura (NTCO3)
  • Neoenergia (NEOE3)
  • Petrobras Distribuidora (BRDT3)
  • Petrobras (PETR4)
  • Santander (BCSA34)
  • Suzano (SUZB3)
  • Telefônica (TLNC34)
  • TIM (TIMS3)
  • Weg (WEGE3)

Como investir nas empresas listadas no ISE

O processo para investir nas empresas listadas no Índice de Sustentabilidade é o mesmo para investir em qualquer outro setor da Bolsa de Valores:

  • Antes de mais nada, conheça o seu perfil de investidor e defina bem os seus objetivos com os seus investimentos;
  • Pesquise sobre os papéis e as companhias nos quais deseja investir seu patrimônio;
  • Abra uma conta em uma corretora de investimentos de confiança: é ela que irá intermediar suas negociações no ambiente da Bolsa de Valores;
  • Transfira o dinheiro que deseja começar a investir para a sua conta e acesse o seu Home Broker. Em seguida, é hora de procurar pelo ticker (código de negociação) do papel que você deseja adquirir, informar a quantidade e enviar a ordem. Caso você opte por comprar ações no mercado fracionário, basta incluir a letra F ao final do ticker;
  • Mantenha-se constantemente atualizado sobre o mercado financeiro: essa é a regra de ouro para investidores que desejam ser cada vez mais assertivos no processo de tomada de decisão. Que tal contar com a gente para auxiliá-lo nessa jornada? Basta assinar gratuitamente a nossa newsletter para ficar por dentro das últimas notícias e informações sobre investimentos!
Posts relacionados

Deixe um comentário