Principais indicadores econômico-financeiros de crescimento das empresas

Antes de tomar a decisão de investir em uma empresa, você provavelmente gostará de saber se a mesma está financeiramente saudável, não é? Investidores devem olhar para as demonstrações de uma empresa para avaliar sua prosperidade e saúde em relação às finanças antes de dar qualquer passo.

É assim que acontece com os grandes players do mercado. Antes de receberem qualquer tipo de aporte, um processo profundo de estudo do desempenho e prosperidade financeira da empresa é feito. Dessa maneira, a análise de indicadores econômico-financeiros são mais que importantes; são fundamentais.

E se você não está acostumado com o termo, saiba que um indicador nada mais é que dados compilados que expõe uma realidade muitas vezes oculta. Eles tem, portanto, o papel de medir a performance e desempenho organizacional de uma empresa, mostrando assim os pontos de melhoria (tanto financeiro, quanto administrativo e de pessoas).

Por isso, os indicadores são essenciais para acompanhar o crescimento de uma empresa, além de ser um balizador para tomada de decisões estratégicas.

Mas qual a diferença entre indicador econômico e financeiro?

Pode não parecer, mas existem diferenças entre um indicador financeiro e econômico. Um indicador econômico, por exemplo, demonstra os resultados em relação a produção e comercialização dos produtos e serviços. Já os indicadores financeiros focam na geração de caixa, ou seja, na quantidade de dinheiro que o negócio gera por mês e como está o fluxo de entrada e saída.

Dessa forma, os dois são igualmente importantes e complementares com suas respectivas funções. Portanto, confira agora os principais indicadores econômico-financeiros de crescimento das empresas!

1. Faturamento

Um indicador simples e que você não pode deixar de considerar é o faturamento. Relacionado às vendas, o faturamento demonstra quanto a empresa faturou em um determinado período de tempo. Mas atenção! O faturamento é o valor bruto, sem qualquer exclusão de despesas ou gastos. Para calculá-lo, basta somar todas as suas receitas do mês. 

2. Lucratividade

O indicador de lucratividade demonstra quanto o negócio de fato lucrou. Ao contrário do faturamento, esse indicador reduz do cálculo os custos e despesas. O objetivo deste indicador é mostrar se o faturamento é o suficiente para arcar com as responsabilidades financeiras e ainda gerar lucro.

Para calcular, utilize a seguinte fórmula:

Lucratividade = (lucro líquido/receita bruta) x 100

3. Ticket médio

Ticket médio é o indicador econômico que nos ajuda a entender o comportamento do consumidor e o valor médio de cada venda. Para consegui-lo numa visão geral de empresa, você precisa apenas dividir o faturamento pela quantidade de vendas. Assim, você pode ter o valor médio por cada venda.

Ao fazê-lo por consumidor, é possível entender mais sobre seus comportamentos. Clientes tendem a exigir mais qualidade e um melhor atendimento de compras com um alto ticket médio.

Para calcular, utilize a seguinte fórmula:

Ticket Médio = Faturamento / Número de Vendas

4. Margem bruta

Margem bruta é o indicador que mostra sua rentabilidade em relação às vendas. Ou seja, do faturamento das vendas, após deduzir os custos de produção, quanto fica para a empresa? Um produto pode custar muito para produzir e gerar pouca rentabilidade para o negócio, por exemplo. Esse indicador é importante para avaliar estratégias de precificação e de venda. 

Para calcular, utilize a seguinte fórmula:

Margem Bruta = (Receita  – Deduções – Custos Diretos Variáveis) x 100

5. Margem de contribuição

Outro indicador importante de crescimento das empresas é a margem de contribuição. Essa margem é responsável por esclarecer quanto de uma venda de cada produto ou serviço de fato fica para a empresa e será usada para pagar custos e despesas (ou seja, o lucro). É, em suma, um dos indicadores que expõe a sua eficiência operacional. 

Para calcular, utilize a seguinte fórmula:

Margem de Contribuição = Preço de Venda – (Custo Variável + Despesa Variável)  

6. Ponto de equilíbrio

Esse é um indicador essencial antes de pensar em investir numa empresa, porque faturar não significa lucrar. Sabendo disso, é preciso calcular o ponto de equilíbrio da empresa, que nada mais é o indicador que mostra quanto a empresa precisa faturar para quitar todas suas despesas e custos. Quando esse ponto for alcançado, o negócio  estará no zero a zero (quando fatura o suficiente para pagar as contas, sem lucrar).

Para calcular, utilize a seguinte fórmula:

Ponto de Equilíbrio = Custos e despesas fixas / Margem de contribuição

7. EBITDA

EBITDA é a sigla em inglês para Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization. Esse indicador muito completo demonstra os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização. Ele pode ser facilmente observado na construção de um DRE (Demonstração de Resultados do Exercício), por exemplo.

Para calcular, utilize a seguinte fórmula:

Lucro operacional + Depreciações + Amortizações

8. ROIC – Retorno Sobre o Capital Investido

O indicador de ROIC é necessário principalmente quando existe capital de terceiros na sua empresa. Como o nome sugere, este indicador demonstra o retorno de todo o capital investido (o seu próprio, mas também de terceiros). Ele é importante para entender o retorno de todos os investimentos e a responsabilidade em relação ao desempenho financeiro da empresa.

Para calcular, utilize a seguinte fórmula:

ROIC = NOPAT / Valor Contábil do Capital Investido

Se você está pensando em investir em uma empresa (ou é um empresário buscando melhorar resultados) os indicadores acima são fundamentais para você. Porque antes de tomar qualquer ação, é preciso analisar. E para isso, utilize dos indicadores aqui listados. Acreditamos que assim você conseguirá entender melhor a saúde e performance financeira de qualquer empresa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.