5 dicas de como operar na bolsa de valores com segurança

6 minutos para ler

Por muito tempo, as pessoas não sabiam como operar na bolsa de valores. Isso acontecia devido à falta de conhecimento sobre esse mercado.

De fato, operar na bolsa é mais arriscado do que investir em outras modalidades mais tradicionais, como a Caderneta de Poupança ou o Tesouro Direto. Em contrapartida, apesar de oferecer maiores riscos, ela também oferece maiores retornos. Afinal, no mercado de investimentos financeiros, quanto maior o risco, maior a possibilidade de retorno. Além disso, os riscos da bolsa podem ser minimizados e, com algumas práticas, é possível ter mais segurança e rentabilidade nas aplicações. 

Quer operar na bolsa de valores com mais segurança? Abaixo, conheça algumas dicas importantes que temos para te passar!

1. Diversifique seus investimentos

Diversificar a carteira de ações é uma técnica que pode te ajudar a minimizar os riscos para operar na bolsa de valores. Isso porque, com essa prática, você não investe todo o seu dinheiro em apenas um ativo.

Para ficar ainda mais claro, queremos que você conheça a história do Leonardo, um nome fictício para um caso que já aconteceu de verdade. Leonardo ficou muito satisfeito com os resultados que uma ação negociada na bolsa estava apresentando. Por isso, ele resolveu investir a maior parte do seu capital naquele papel, uma prática que não é recomendável.

Além disso, o analista de investimentos que atendia Leonardo o alertou sobre os riscos que ele corria e explicou que essa não era a melhor opção. O investidor resolveu não acatar à recomendação do profissional e seguiu em frente.

Um prejuízo maior do que o esperado

O problema é que, em seguida, um escândalo de corrupção estourou no país. Isso fez com que a ação sofresse queda expressiva e Leonardo acabou finalizando a operação com prejuízo.

A questão é que, se esse dinheiro representasse um percentual menor do capital de Leonardo, essa perda não teria tanto impacto. Mas como ele resolveu investir quase tudo que tinha apenas nesse papel, sua perda foi expressiva. Por isso, terminou o dia com um prejuízo maior do que esperado. Se Leonardo tivesse investido seu dinheiro também em outros papéis, o seu resultado poderia ser mais equilibrado, já que não dependeria só de um ativo.

Histórias como a de Leonardo podem acontecer com qualquer pessoa que opta por não diversificar os seus investimentos. Portanto, essa é uma estratégia fundamental para ter mais segurança ao operar na bolsa de valores.

2. Consulte um analista de investimentos sobre como operar na bolsa de valores

Os analistas de investimentos são os profissionais ideais para te orientar sobre como operar na bolsa de maneira mais rentável, já que são pessoas capacitadas para identificar oportunidades na bolsa de valores. Eles usam diferentes ferramentas, estratégias e análises para entender qual é a tendência de uma ação. Esses profissionais lidam diariamente com as oscilações de cada ativo e, portanto, estão mais preparados para identificar a hora de vender ou comprar os papéis.

Na história de Leonardo, o investidor não seguiu a recomendação de um profissional da área, o que pode ser um grande problema, principalmente para quem está começando a investir. Sendo assim, consultar um analista de investimentos pode ser uma excelente ideia, tanto para quem já investe há algum tempo quanto para quem é iniciante. 

3. Aplique técnicas de gestão de risco

As técnicas de gestão de risco são ferramentas fundamentais para te ajudar a operar na bolsa de forma mais segura. Uma delas é o stop loss, que encerra sua posição a fim de limitar a sua perda quando o ativo chegar a um determinado valor. Assim, você mantém o controle das suas perdas.

Outra técnica é a diversificação de carteira, que você já conheceu neste post. Também é fundamental se manter fiel à estratégia desenhada para a operação, a fim de ter resultados bem administrados e consistentes.

4. Controle suas emoções

Já dizia Warren Buffet:

Se você não pode controlar suas emoções, você não pode controlar seu dinheiro.

Suas emoções podem influenciar a forma como você lida com suas finanças e também com seus investimentos. Dessa forma, operar na bolsa depende diretamente do seu controle emocional.

Quer um exemplo? Quando você compra uma ação e ela começa a se desvalorizar e você perde o dinheiro que havia ganhado, seu lado emocional vai insistir para que ainda se mantenha posicionado até a ação voltar a subir.

Mas, e se ela continuar caindo? Seu prejuízo será cada vez maior. É para evitar esse tipo de situação que você não pode deixar o lado emocional falar mais alto.

Tenha uma postura racional

Muitas vezes, é preciso ter uma postura racional para proteger suas operações. Dessa forma, seus investimentos estarão muito mais seguros e seus resultados podem ser melhores.

Para que você esteja preparado emocionalmente para operar na bolsa de valores, você pode fazer operações em simuladores que não utilizam dinheiro real nas operações. Dessa forma, você conseguirá sentir como o mercado funciona antes de operar com dinheiro real.

5. Faça parte de uma social trading para operar na bolsa

Já pensou como investir em comunidade pode ser mais simples? Fazer parte de uma plataforma de social trading é ter o apoio de um grupo de pessoas com o mesmo foco: investimentos. Nesse tipo de rede, você poderá ter acesso a informações importantes do mercado, interagir com outros investidores e ainda ver o que eles fazem na bolsa.

Além disso, em plataformas de social trading como a Vexter, você pode contar com o apoio de analistas de mercado que te enviarão recomendações sobre o melhor momento de vender e comprar cada ativo. Com isso, operar na bolsa de valores fica muito mais simples e seguro.

Seguindo as dicas que você conheceu acima sobre como operar na bolsa de valores com segurança, você poderá ter grandes resultados. Não perca tempo, comece hoje mesmo!

Posts relacionados

Deixe um comentário