mercado de opcoes mercado de opcoes

Mercado de Opções: o que é?

6 minutos para ler

Quem investe na bolsa de valores com certeza já ouviu falar sobre o mercado de opções, que é figura garantida no bate papo de investidores. Mas, me conta aqui, você realmente sabe como funciona o mercado de opções e as alternativas para começar a investir nele? Neste artigo, falamos sobre isso e apresentamos conceitos que vão te ajudar a entender como esse mercado funciona e quais são as vantagens e desvantagens dele. Fique com a gente para saber mais!

Mercado de opções

Opções são negociadas no mercado financeiro, como na B3, e representam um contrato que dá ao seu titular o direito de compra ou venda de um determinado ativo por um valor x no futuro. É isso mesmo, como diz o nome, investindo neste mercado, você fica com a opção de vender ou comprar o ativo quando considerar melhor, baseado nas movimentações da economia!

É importante destacar que as opções são um tipo de derivativo, pois o  preço de uma opção “deriva” do preço do ativo a que ela está atrelada.

Como funciona esse mercado?

Primeiramente, é importante você saber que opções podem ser negociadas na bolsa ou no mercado de balcão. Sim, são dois caminhos de negociação! Quando elas são listadas em pregões, como o da B3, as opções têm data de vencimento estipuladas pela bolsa, além de características padronizadas.

Já quando falamos da negociação no mercado de balcão, chegamos aos contratos de opções não padronizadas. Nesse caso, os compradores e vendedores são quem definem as características do contrato, como prazos, valores e, inclusive, a necessidade de depósito de garantias. Mesmo com essa maior “liberdade”, as opções são registradas na B3, que tem o papel de intermediar e assegurar que os envolvidos cumpram o que acordaram.

Tá bom, agora que você já sabe o básico sobre o mercado, bora entrar nos termos que são muito comuns na área? Eles são fundamentais para você entender como as opções são formadas e como elas podem ser utilizadas em estratégias de investimentos. Confira:

Titular

É quem compra a opção — e, por consequência, o direito de comprar ou vender o ativo-objeto.

Ativo-objeto

O ativo-objeto de uma opção é o bem, a mercadoria ou o ativo que está sendo negociado. 

Call (opção de compra)

São as opções que dão ao seu titular o direito de comprar o ativo-objeto do contrato por um preço prefixado (ou preço de exercício) na data do vencimento (ou exercício).

Lançador

É quem vende a opção para o titular, cedendo a ele o direito de comprar ou vender o ativo-objeto da opção. Em contrapartida, ele assume a obrigação de comprar ou vender o ativo-objeto.

Put (opção de venda)

É quem possui uma opção de venda. Tem o direito de vender o objeto do contrato pelo preço de exercício na data do vencimento. 

Prêmio

O prêmio é o valor pago por quem está comprando uma opção. Nessa movimentação, o comprador — ou titular — passa a ter o direito de comprar ou vender o ativo-objeto da opção. Resumindo, o prêmio representa o preço de ter esse direito.

 

Código de opções?

Pronto. Agora que você já sabe como o mercado de opções funciona e conhece os termos mais comuns, chegou o momento de entender os códigos relacionados a ele e como eles são definidos.

Inicialmente, destacamos que o código de uma opção é formado por uma combinação de cinco letras e dois números, sendo que as quatro letras iniciais indicam qual é o ativo-objeto da opção. Seguindo isso, o código das ações da Petrobras começa, por exemplo, com as letras PETR. 

Vencimentos

Os vencimentos no mercado de opções são mensais. As opções sempre vencem na terceira segunda-feira de cada mês. O código das opções varia de acordo com o mês de vencimento de cada contrato. Este código é composto por 5 letras e 3 números (ou 2 números), que indicam: qual é o ativo-objeto, se é uma call ou uma put, o mês de seu vencimento e o preço de exercício da opção negociada. Colocamos uma tabela abaixo para que você confira o mês de vencimento de cada letra do código.

MêsCallPut
JaneiroAM
FevereiroBN
MarçoCO
AbrilDP
MaioEQ
JunhoFR
JulhoGS
AgostoHT
SetembroIU
OutubroJV
NovembroKW
DezembroLX

Exemplo:

  • PETRT275

O código acima indica que se trata de uma opção de put relacionada ao ativo PETR4, cujo vencimento é o mês de agosto, e que concede o direito do investidor vender o ativo a R$27,48 (preço arredondado no código).

Opções Bovespa: todas as ações possuem opções?

Não, nem todas as ações têm opções devido a padrões regulatórios. Alguns ativos possuem valor muito reduzido e baixa liquidez, o que inviabiliza a criação de opções para estes ativos. Você pode conferir se existe a opção do ativo-objeto que você deseja operar no site do Bovespa.

Vantagens e desvantagens do Mercado de opções: vale a pena investir?

Assim como qualquer aplicação financeira, é preciso avaliar, primeiro, quais são os seus objetivos com o investimento. Também é importante considerar o seu perfil de investidor que indica a sua preferência por determinado tipo de investimento.

Vantagens

Em relação aos outros investimentos, o mercado de opções oferece a possibilidade de investir em qualquer tendência de mercado, tanto na alta quanto na baixa. Outra vantagem são os custos da transação que são menores, o que possibilita diversificar as estratégias de investimento.

Contexto atual

Investir no mercado de opções abre um leque sem limites de engenharia financeira, atendendo aos mais diversos objetivos e estratégias. Não é de hoje que o mercado de opções vem sendo encarado por investidores como uma alternativa para proteger seus patrimônios durante períodos de crise.

Mas, como toda abordagem que dá mais segurança ao investidor, ele pode não ter os melhores retornos em comparação com a compra e venda direta de ações.

Ao se proteger da desvalorização, é possível que você também acabe se blindando de aproveitar os lucros de uma possível retomada repentina. E aí, gostou do texto? Então deixe um comentário aqui para a gente!

Posts relacionados

3 thoughts on “Mercado de Opções: o que é?

  1. Possui um curso que explique melhor o mercado de opções, ou o curso já explica opçoes? Possui mini indice ? O curso é uma explicação basica ou aprofundada em analises e tecnicas?

  2. A compra de uma opção de call ou put é um direito. Quem está vendendo uma opção de call ou put tem um dever, correto?
    Minha duvida é: Quem é que vende a opção originalmente?
    Em que circunstâncias eu, como investidor, vendo um dever de cumprir uma PUT ou um CALL?

Deixe um comentário