Mercado ondontológico Mercado ondontológico

Desempenho financeiro das empresas ligadas a odontologia

5 minutos para ler

No início do ano de 2020, a população mundial se deparou com uma situação um tanto caótica. Um cenário que trouxe inseguranças e incertezas em diversas esferas da sociedade.

Contudo, empresários se encontraram diante de três escolhas: fechar as portas, reduzir o atendimento ou reformular toda a estrutura de negócio.

Comparado com o cenário anterior, o mercado odontológico estava em constante crescimento e com grandes projeções para este ano. Porém, com o distanciamento, a projeção para os próximos meses é de uma queda considerável.

No entanto, isso não significa que esse mercado deve ser desconsiderado, pelo contrário, continua sendo um setor com grande potencial.

Afinal, estar com os cuidados com a saúde bucal em dia é fundamental para prevenção e melhoria na qualidade de vida.

Cenário do setor odontológico diante da crise

Ao realizar uma rápida análise ao setor odontológico, encontraremos ponto críticos e que prejudicaram a rotina e demanda de clínicas e consultórios. 

Assim como os outros setores da área da saúde, a odontologia sofreu grandes impactos no mercado financeiro. Houve uma queda considerável nos atendimentos e consequentemente no faturamento.

A queda do setor, se dá pelo distanciamento social, pela norma instituída pela CFO (Conselho Federal de Odontologia) que não permite os atendimentos eletivos, sendo alguns deles os tratamentos estéticos, como por exemplo, a aplicação de lente de contato. Entraram também nessa lista até mesmo os tratamentos que não possuem apenas função estética, como aparelho ortodônticoimplante dentário

Com isso, o número de atendimento despencou, chegando até 90% em algumas clínicas pertencentes a rede de franqueados.

Além disso, outro fator que trouxe grandes prejuízos, foram o aumento dos custos com materiais EPI’s. Por mais que esse material já fosse parte da rotina do profissional, a escassez de alguns produtos fizeram com que houvesse aumento no preço de quase 2.000%.

No entanto, esses gastos foram indispensáveis, já que o profissional dentista está no topo das profissões com maior potencial de contrair o vírus, uma vez que o contágio acontece por meio de gotículas de saliva.

Em contrapartida, podemos ver um setor que está adaptando os seus processos de forma acelerada com o apoio da tecnologia. Muitas clínicas encontraram no Marketing digital e na Teleodontologia uma maneira de manter os seus negócios.

A boa notícia é que no momento em que consultórios tem passado por uma fase complicada, outras têm percebido a necessidade de associarem a sua clínica a uma rede que possua uma marca com peso no mercado.

Ou seja, apesar de nos depararmos com uma menor taxa de abertura de clínicas, teremos a consolidação e crescimentos das franquias.

Como a mudança de comportamento afeta o mercado odontológico?

É fato que a crise sanitária impactou todas as outras áreas, principalmente financeira. Com o fechamento de diversos negócios, muitas famílias perderam parte de sua renda e algumas até precisaram encontrar uma nova maneira de sobreviver.

Obviamente, isso impactou no orçamento projetado por muitas famílias, sendo necessário realizar cortes de gastos não essenciais, como assinaturas de plataformas, lanches e até o convênio odontológico.

Esse cenário fez com a população estivesse mais contida quanto as gastos, consumindo apenas o necessário.

Por isso, acredita-se que essa mudança de comportamento permanecerá por mais tempo, gerando um consumo mais “consciente”. 

No entanto, da mesma maneira que as pessoas estão receosas em relação ao financeiro, podemos observar também que a pandemia trouxe uma atenção especial para a saúde.

Esse é um fator extremamente vantajoso para o setor odontológico, pois, ao mesmo tempo em que há uma retenção de gastos, a saúde está sendo priorizada.

O retorno será gradual, primeiro com os tratamentos urgentes, como tratamento de canal e extrações de dentes, após isso, consultas para check up e por último os tratamentos com finalidades estéticas.

Com o aumento de agendas e com o crescimentos das redes de franquias, a indústria odontológica (todos os outros setores que mantém as clínicas) será favorecida.

Faz sentido investir no mercado odontológico? 

De algum modo o mercado financeiro sofrerá impactos diante dessa crise sanitária. 

No entanto, por mais que nesse primeiro momento o setor odontológico esteja sendo desfavorecido, isso não é uma condição fixa, e pelo contrário, o setor possui um grande potencial de crescimento.

Se realizar uma boa análise, levando em consideração a perspectiva geral da empresa, a sua solidez no mercado e seu comportamento diante dessa crise, você terá a chance de aproveitar possíveis oportunidades a longo prazo.

Contudo, vale  lembrar que o mercado está em constante mudança e o que hoje está em baixa, amanhã pode não estar. Por isso, é preciso estar atento a movimentação do mercado e as tendências que estão surgindo a cada dia.

Mas, principalmente, contar com uma empresa que possua experiência no mercado e possa lhe oferecer as melhores soluções, análises e projeções. Pois só assim, será possível tomar as  melhores decisões.

Conteúdo produzido por Ana Laura Ferreira, redatora na Clínica Ideal.

Posts relacionados

Deixe um comentário