moeda solana moeda solana

Cotação Moeda Solana: Conheça tudo sobre essa criptomoeda

5 minutos para ler

Você já conhece a moeda Solana? Neste artigo você irá aprender sobre essa criptomoeda que atingiu uma valorização de 10.000% em 2021 e se tornou uma das mais rentáveis de sua categoria. 

Descubra agora se vale a pena adicionar este ativo em sua carteira de investimentos. Boa leitura!

O que é a moeda Solana (SOL)?

Criada em 2017 pelo desenvolvedor Anatoly Yakovenko, mas lançada somente em março de 2020, a moeda Solana surgiu no mercado de criptomoedas com o objetivo de otimizar a negociação de finanças descentralizadas, as DeFis.  

A blockchain da (SOL) também permite a criação de aplicativos descentralizados e faz parte da categoria de moedas conhecidas como ethereum killers, segundo Ray Nasser, especialista em criptomoedas da Inversa. 

A solução que a (SOL) se propõe a resolver é um problema de escalabilidade vivido pela sua concorrente, a ethereum (ETH). Devido a enorme demanda por utilização da rede faz com que as taxas de utilização sejam extremamente altas na ETH. Por isso, a SOL se propõe a solucionar isso com blocos que são produzidos em apenas 400 milissegundos e aguentam 65 mil transações por minuto. 

Diante deste benefício, com pouco mais de um ano em circulação, a SOL se tornou a 7º criptomoeda mais valiosa do mundo, com um valor de mercado de US $43 bilhões. É a moeda do Top 10 que acumula a maior valorização do ano de 7.700%.

Atualmente, estima-se que a rede seja capaz de processar 50.000 transações por segundo. Devido às facilidades apresentadas pelo ativo, o Bank of America afirmou que a blockchain Solana pode se tornar a “Visa do ecossistema de ativos digitais”.

Além disso, para proteger a rede, Solana usa um algoritmo de consenso Proof of Stake, prova de participação, um processo de eleição pseudo-aleatória para selecionar um nó (node) para ser o validador do próximo bloco, com base em uma combinação de fatores que podem incluir a idade da participação, a randomização e a riqueza do nó.

 A rede também foi a primeira a usar a técnica de Proof of History, prova histórica, ou seja, um registro histórico que prova que um evento ocorreu em um momento específico no tempo, registrando a data e hora das transações, de forma que todos os validadores tenham uma visão única das atividades executadas na blockchain. Por meio deste método, a blockchain Solana é capaz de lidar com milhares de transações por segundo. 

O impulsionamento da moeda Solana no Mercado 

Um dos fatores que também foi responsável pelo crescimento da rede SOL foram as DeFi, finanças descentralizadas, que foram ganhando cada vez mais espaço entre os investidores em 2021. Isso porque o DeFi elevou o custo das transações no Ethereum e fez da Solana a plataforma alternativa para hospedar esses projetos.

E após o amplo crescimento das transações de DeFi, foi a vez dos tokens não fungíveis (NFTs). E, mais uma vez, a Solana foi acionada para este tipo de transação e o cripto ativo foi ganhando cada vez mais espaço no meio investidor. 

E devido a essa ascensão e velocidade proporcionada pelo ativo, em setembro de 2021, a exchange FTX anunciou a integração da blockchain Solana (SOL) em sua plataforma de negociação de NFTs, impulsionando ainda mais a sua valorização. 

Hoje, a rede tem mais de 5,7 milhões de NFTs acumulados. Além disso, entre agosto de 2021 e fevereiro de 2022 a rede Solana negociou US$ 1,26 bilhão em NTFs, segundo o CryptoSlam.

Ataques sofridos 

Apesar de suas facilidade e popularidade, o rede Solana apresenta alguns pontos de fragilidade que podem afetar seu funcionamento e preocupa alguns investidores. Um ponto negativo a respeito de Solana tem a ver com os ataques sofridos pela rede. 

Em 2021, a Solana sofreu pelo menos dois ataques do tipo DDoS, que é um tipo de ataque cibernético que tenta tornar um website ou recurso de rede indisponível inundando-o com tráfego mal-intencionado para que ele não possa operar. Este ataque geralmente ocorre quando muitos dispositivos acessam um endereço ao mesmo tempo. Como consequência, este ataque o deixa  sobrecarregado.

No início de 2022, novos ataques do tipo atingiram a rede. Diante da fragilidade que o sistema demonstrou ter dentro do mercado de investimentos a SOL perdeu credibilidade e saiu da briga pela dominância no mercado de DeFi.

E aí, vale a pena investir em Solana?

Bem, se diante da revolução que a Solana causou no mercado de cripto ativos e ficou interessado em investir, é importante tomar essa decisão de acordo com o seu perfil investidor. 

É importante pontuar também que nenhum retorno ao investir em criptomoedas é garantido e os riscos são grandes, já que estes ativos estão sujeitos a fortes oscilações e como pontuamos acima, é um sistema que pode apresentar falhas. 

Por ser um mercado de alta volatilidade, o mercado de criptomoedas é indicado para investidores de perfil mais arrojado. Mas para alguns investidores, isso não é argumento suficiente para desistir do ativo, afinal de contas o risco é proporcional à possibilidade de rendimento. 

Ou seja, investir em criptos, como a moeda Solana, apresenta um grande potencial de retorno, desde que o investimento seja feito da maneira correta.

Agora que você conhece a moeda Solana e as soluções que ela oferece e seu desempenho dentro do mercado de cripto ativos, comenta qual a sua opinião sobre este ativo e se a Solana despertou seu desejo em investir em ativos digitais.

Posts relacionados

Deixe um comentário