NFT o que são NFT o que são

NFT’s: o que é e como funcionam os tokens não fungíveis

6 minutos para ler

Você sabe o que é NFT? O NFT significa non-fungible token ou token não fungível em português. Essa sigla tem sido tema de discussão frequente na internet e é claro, tem movimentado bilhões de dólares pelo mundo. 

Essa tecnologia não é nova, existindo desde 2012. Porém, com o avanço das criptomoedas ela tem ganhado um certo destaque na negociação de itens exclusivos na internet. 

Apesar de parecer um termo técnico, as NFT’s surgiram para atribuir e garantir valor na internet sobre algo. 

Elas estão presentes no blockchain, funcionando como um certificado digital que determina originalidade e exclusividade de bens digitais, tais como músicas, imagens, gifs, entre outros.  

Nesse artigo iremos descomplicar o NFT explicar o que é esse token que todo mundo está falando sobre. Continue a leitura!

NFT: o que é? 

Famosos NFTs conhecidos como Bored Apes

NFT é a sigla para non fungible tokens, ou seja, tokens não fungíveis. Tokens são códigos numéricos que possuem um certificado digital e não fungível significa que não é substituível, ou seja, único. 

Mas o que é NFT? São selos de autenticidade de produtos, como itens colecionáveis que não podem ser reproduzidos, apenas transferidos. 

Os NFT’s são vinculados ao blockchain, que é um banco de dados digital que sustenta criptomoedas, como o bitcoin e ethereum. 

Essas criptomoedas são ativos fungíveis, ou seja, podem ser substituídos ou trocados por outro idêntico de mesmo valor, como uma nota de dinheiro. 

A maioria dos NFT’s fazem parte do blockchain Ethereum. Ela é uma criptomoeda, como bitcoin ou dogecoin, mas sua blockchain também suporta esses NFTs, que armazenam informações extras que os fazem funcionar de maneira diferente de uma moeda ETH. Vale a pena notar que outras blockchains podem implementar suas próprias versões de NFTs.

De uma forma simplificada para entender o conceito de não fungível, podemos citar a obra Noite Estrelada, de Van Gough. Ela pode ser reproduzida inúmeras vezes, porém só há uma original. Tomando esse exemplo, o NFT serve como selo de originalidade de uma obra. 

É preciso mencionar que um NFT também não é algo como um arquivo no seu computador e sim um ativo que existe na blockchain. 

Vamos te explicar aqui o que significa cada um desses termos: 

  • Token: é um ativo digital que pode ser um objeto, contrato, moeda ou até mesmo uma propriedade. Quando inserido em uma blockchain, pode ser vendido ou trocado, se tornado algo como um “contrato”. Os tokens citados aqui funcionam como um papel de ter poder de propriedade sobre algo. 
  • Blockchain: é um sistema que permite a transferência de dados digitais pela internet. São pedaços de códigos gerados online que carregam informações, tornando o processo mais seguro. 
  • Não fungível: é um ativo que não pode ser substituído, sendo algo específico e individual, ou seja, único. 

A diferença principal entre os NFT’s  e as criptomoedas é que as criptomoedas podem ser replicadas e substituíveis por outros. Um exemplo simples é que uma nota de $100 dólares não é e nunca será única, pois ela é passível de reprodução e pode ser replicada e trocada pelo mesmo valor. 

Já o que é NFT se baseia uma assinatura digital que transforma mídias digitais em bens não fungíveis e que garante que algo é original e único. 

Como funciona os NFT’s 

Agora que você começou a entender o que são os NFTs, você deve explorar e aprender sobre como eles funcionam.

A maioria dos NFTs reside no blockchain da criptomoeda Ethereum, um livro-razão público distribuído que registra transações.

  • NFTs são tokens individuais com informações valiosas armazenadas neles.
  • Os dados exclusivos dos NFTs facilitam a verificação e validação de sua propriedade e a transferência de tokens entre proprietários.

A identidade e a propriedade exclusivas de um NFT são verificáveis ​​por meio do blockchain. 

Seja o arquivo original um JPG, MP3, GIF ou qualquer outro, a NFT que identifica sua propriedade pode ser comprada e vendida como qualquer outro tipo de arte – e, como na arte física, o preço é amplamente definido pela demanda do mercado.

Se você entrasse em uma loja de presentes de uma galeria de arte, encontraria várias cópias replicadas de obras-primas famosas, bem, existem alguns NFTs que agem da mesma maneira. Existem partes do blockchain que são totalmente válidas, mas não teriam o mesmo valor do original.

Os NFTs provavelmente virão com uma licença para o ativo digital para o qual apontam, mas isso não confere automaticamente a propriedade dos direitos autorais. O proprietário dos direitos autorais pode reproduzir o trabalho e o proprietário da NFT não ganha royalties.

Como criar NFT’s? 

Tecnicamente, qualquer pessoa pode criar uma obra de arte, transformá-la em um NFT no blockchain e colocá-lo à venda em um mercado de sua escolha. 

Você pode até anexar uma comissão ao arquivo, que vai te pagar toda vez que alguém comprar a peça por meio de uma revenda.

Assim como ao comprar NFTs, você precisa ter uma carteira configurada para conseguir vender suas artes. 

Como comprar NFT’s? – diferença entre investimento de ações e nfts

Agora que você conhece NFT e sabe o que é, para o que ele pode ser usado e suas vantagens específicas sobre outras criptomoedas, você pode querer se aventurar na compra de NFTs. 

Os NFTs podem ser comprados em uma variedade de plataformas, dependendo do que você deseja comprar.

Você precisará de uma carteira específica para a plataforma em que está comprando e precisará preencher essa carteira com criptomoedas. A wallet mais comum é a MetaMask.

Os sites listados abaixo são apenas alguns dos que vendem NFTs:

  • Binance NFT
  • Coinbase NFT
  • FTX NFTs
  • Magic Eden
  • Rarible
  • Zora

NFTs também estão criando popularidade nos jogos em videogames. Esses ativos podem ser comprados e vendidos pelos jogadores e incluem ativos jogáveis, como espadas, skins ou avatares exclusivos.

Vale a pena investir em NFT? 

A resposta é difícil, pois depende de qual é o seu perfil de investidor. 

Investir em NFT é entender que o mercado é volátil, recomendado para investidores que estão mais tempo no mercado, dispostos a correrem mais riscos em troca de rentabilidade. 

Além disso, para lidar com NFT’s é preciso entender um pouco sobre as criptomoedas, carteira digital e principalmente o que está em alta no mundo dos jogos, moda e memes, por exemplo. 

Investir em NFT’s não é algo garantido, por isso tenha em mente que você pode perder esse valor. Mas não é coincidência sua alta, pois é um mercado que está quente e cheio de oportunidades.  

E você, o que acha dos NFT’s? É uma oportunidade que combina com seu perfil de investidor? 

Posts relacionados

Deixe um comentário