Plano de investimento: trace a sua estratégia para começar a investir

Você já deve ter ouvido a célebre frase: “para quem não sabe para onde vai, qualquer lugar serve.” Essa abordagem ficou famosa devido a uma conversa entre uma menina e um coelho, na história de Alice no País das Maravilhas, mas pode ser muito útil na hora de pensar na importância de se ter um plano de investimento.

Para ser um investidor de sucesso, você precisa traçar objetivos e um caminho para chegar até eles. É sobre esse caminho que falaremos neste post.

Como traçar uma estratégia para começar a investir? Aprenda agora com a gente!

O que é um plano de investimento?

Como o próprio nome já indica, um plano de investimento é uma estratégia para alcançar um objetivo financeiro por meio dos investimentos. Nele, você irá estabelecer onde investir, quanto investir, quando investir, como investir e, principalmente, para que investir.

Portanto, é preciso estabelecer o seu objetivo, seja ele comprar um imóvel; ter uma boa aposentadoria; ou estudar no exterior. No plano de investimento, você incluirá suas metas e ambições e o que precisa ser feito para alcançá-las.

Esse plano não precisa ser complexo, apenas palpável e executável. Afinal, de nada adianta desenvolver um plano incrível se não for possível colocá-lo em prática.

Por que é importante ter um plano de investimento?

O plano de investimento é o seu norte na hora de investir, o seu caminho rumo aos seus objetivos. Um plano de investimento te ajudará a ter foco e a manter o controle emocional na hora de tomar decisões.

Vale lembrar que o planejamento ideal para você não precisa (e nem deve) ser igual ao de outras pessoas. Geralmente, os objetivos e o perfil de investidor de cada um são diferentes. Então, por mais que o plano de investimento do seu amigo seja ótimo, ele pode não ser uma boa ideia para você.

Como montar seu plano de investimento?

Para montar um plano de investimento, você precisa levar em consideração alguns pontos importantes. Veja os principais que separamos para compartilhar com você:

Defina a sua situação financeira atual

A primeira coisa para montar o seu plano de investimento é entender qual é o capital que você tem para investir. Para isso, registre aspectos fundamentais das suas finanças, como:

  • o seu salário;
  • os seus gastos fixos;
  • quanto você teria para dispor em aplicações.

Com a sua capacidade de investimento estabelecida, é possível traçar os próximos passos.

Estabeleça prazos para os seus objetivos

Esse também é um aspecto importante. Suponhamos que você queira investir para juntar recursos para viajar para o exterior daqui a dois anos. Dessa forma, você terá dois anos para levantar recursos para a viagem.

Se você pretende investir para garantir uma aposentadoria melhor, o plano passa a ser bem diferente. Tudo vai depender do que você quer e quanto tempo possui.

Conheça o seu perfil de investidor

É preciso saber se seu perfil de investidor é mais conservador, moderado ou agressivo. Esses perfis têm relação com a quantidade de risco que você se dispõe a correr e a rentabilidade que você está buscando. Para respeitar a sua estratégia e obter bons resultados, o seu plano deverá levar o seu perfil de investidor em consideração. 

Escolha os investimentos ideais para o seu plano

A partir do que foi definido nos outros estágios, você escolhe o investimento ideal para você. Se o seu prazo para investir é curto, é preciso escolher um investimento com rentabilidade mais alta. Se o montante de dinheiro que você possui é maior, fica mais fácil diversificar bastante a carteira e arriscar um pouco mais.

Quais são as estratégias de sucesso?

Seguir estratégias na hora de investir vai te ajudar a ter sucesso na execução do seu plano de investimentos. Conheça algumas dessas estratégias abaixo:

Divida o seu volume financeiro de maneira equilibrada

No seu plano de investimento, você terá um valor determinado para investir, certo? Esse capital não pode ser aplicado de maneira indiscriminada. Divida de maneira equilibrada o capital.

Para isso, você precisa considerar o tipo de ativo que está comprando e a modalidade de investimento. Será uma operação rápida de day trade ou será uma operação de swing trade que irá durar alguns dias?  

Invista com disciplina

Mais importante do que ter um plano, é colocá-lo em prática. Para isso, manter a disciplina em aplicações financeiras é fundamental, ou seu plano de investimentos não dará certo. Sem uma postura disciplinada, tudo que você planejou estrategicamente pode ir por água abaixo.

Acompanhe as recomendações de um especialista

O profissional que pode te ajudar a investir, enviando recomendações sobre o melhor momento para comprar ou vender um ativo na bolsa de valores, é o Analista de Investimentos. Acompanhar as análises feitas por ele antes de tomar uma decisão te ajuda a ser mais assertivo e não é importante só para quem está começando, mas para todo e qualquer investidor. Esse apoio é fundamental para que você consiga caminhar rumo aos seus objetivos.

Automatize a estratégia

Muitas vezes, é difícil manter o controle emocional na hora de investir. Por um pequeno descuido, você pode tomar uma decisão que não está de acordo com o seu plano de investimento.

Por isso, a dica é automatizar sua estratégia usando stop e objetivo. Assim, toda vez que o preço de um ativo atingir seu limite de ganho ou de perda, a operação será encerrada automaticamente, sem que haja espaço para influências negativas do lado emocional.

Ter um plano de investimento é fundamental para que você alcance seus objetivos na bolsa de valores. Se você ainda não fez seu planejamento estratégico, não perca mais tempo, ele pode te ajudar a ter sucesso na Bolsa.

Quer aprender mais sobre investimentos na bolsa de valores? Baixe nosso Guia Prático para Investir em Ações!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.