... ...
position trade position trade

Como operar na modalidade Position Trade?

10 minutos para ler

Existem diversas modalidades de investimento no mercado financeiro, e cada uma delas possui características e objetivos distintos. O que importa saber é que existem posições específicas para cada tipo de investidor.

O Position Trade, diferente de outras estratégias mais imediatistas de investimento – como o Day e o Swing Trade – agrada muito aos traders que não dispõe de muito tempo para acompanhar o mercado com frequência.

Se você deseja começar a investir o seu capital a médio e longo prazo e está em busca de minimizar riscos e otimizar o seu tempo, o position trade pode ser uma excelente estratégia.

Para saber se esse estilo de operação é o ideal para o seu estilo de vida, basta seguir a leitura deste blog post. Vamos te explicar tudo sobre o position trade e trazer algumas dicas para ajudá-lo a alcançar o sucesso com os seus investimentos. Vamos lá?

O que é position trade? 

É uma modalidade de investimento que consiste em comprar ações e mantê-las por um período intermediário ou longo de tempo – que pode durar semanas ou meses – e depois vendê-las em uma possível valorização.

Basicamente, antes de executar a compra ou venda, o trader estuda as empresas na qual deseja investir por meio das análises fundamentalistas e, ao tomar suas decisões, utiliza a análise gráfica para escolher as opções mais promissoras de acordo com seus objetivos. 

Normalmente, o investidor define um potencial que deseja atingir em determinado espaço de tempo. Se alcançar o objetivo, ele fecha a posição e realiza a venda/compra do ativo. É exatamente essa característica que difere o position trade do buy and hold, modalidade na qual o trader não possui prazos e retornos mínimos estabelecidos. Os investimentos, nesse segundo caso, costumam durar anos – e até mesmo décadas.

Tempo também não é um obstáculo para os position traders. Ainda que o investidor tenha que ser paciente para colher os frutos do investimento, ele pode dedicar menos horas para operar. 

Como funciona o position trade? 

Oscilações menores e momentâneas nos ativos não são motivos de grandes preocupações para os position traders – ao contrário de quem opera na posição de swing trade, por exemplo – uma vez que o foco está nos ganhos a longo prazo.

Os marcos de stop-loss e stop-gain no position trade são bem mais amplos e o trader pode acompanhar sua posição com menos frequência (geralmente, uma vez na semana).

Mais importante do que operar nessa modalidade, no entanto, é conhecer suas características e perfil de investidor para traçar objetivos bem definidos e obter um bom desempenho na Bolsa de Valores. Logo abaixo, falaremos mais sobre isso!

Outras modalidades de trading

Existem inúmeras possibilidades dentro da Bolsa de Valores para os mais diversos tipos de investidores. Para entendermos melhor o position trade, vamos falar um pouco sobre outras três modalidades: o day trade, o swing trade e o buy and hold. Acompanhe:

Day trade

O day trade é uma das operações mais rápidas do mercado. Nela, o trader abre e fecha várias posições no mesmo dia, sendo possível ter lucro e/ou prejuízo em um intervalo muito curto de tempo – que compreende algumas horas ou, até mesmo, minutos.

Swing trade

No swing trade, as operações também são rápidas, contudo, o trader aguarda um pouco mais para comprar e vender os ativos que deseja negociar. Geralmente, uma operação leva de um dia a algumas poucas semanas para ser concluída. 

Ao contrário do day trader, que é imediatista e acompanha o mercado constantemente, o swing trader possui mais flexibilidade e tolera as oscilações do mercado por períodos um pouco maiores. 

Buy & hold

Entre as quatro modalidades – day trade, swing trade, position trade e buy and hold – essa última é a que compreende períodos de investimentos mais longos. O trader, aqui, pode demorar anos para fechar uma posição. O principal foco de quem atua com esse tipo de operação é constituir uma carteira com empresas conceituadas, que apresentem ampla chance de valorização e/ou que paguem bons dividendos – ainda que esses retornos possam vir a longos prazos.  

Quem deve operar position trade?

Como qualquer investidor, o position trader deve conhecer o mercado financeiro e acompanhar suas movimentações. Quando o assunto é investimento, quanto mais estudo e experiência, maiores são as chances de se criar uma trajetória proveitosa – afinal, não existe nenhuma fórmula para ganhar dinheiro rápido e fácil.

Apesar de analisar os gráficos disponíveis para ajudá-lo na tomada de decisão, o position trader geralmente opera tendo como base a análise fundamentalista, por meio da qual analisa o histórico dos ativos, a saúde financeira e o valor de mercado da empresa na qual pretende investir a fim de compor sua carteira.

Ao contrário do day trader, que realiza operações rápidas, que oscilam ao longo de apenas um dia, o position trader investe a médio ou longo prazo observando todas as variáveis do mercado. Geralmente, o position trader não dispõe de muito tempo para operar, por isso, passa menos horas na frente da tela abrindo e fechando posições ao longo do mês, como vimos anteriormente. 

O mercado financeiro trabalha com diferentes oportunidades de investimento e cada uma delas serve para um tipo de investidor. É por isso que, antes de mais nada, é muito importante conhecer os seus limites e o seu perfil de investidor.

Se você acredita que tem características compatíveis com as de um position trader, mas quer se assegurar, aqui você pode descobrir seu perfil de investidor. É muito importante checar se a sua tolerância aos riscos é compatível com essa modalidade. 

 Vantagens de operar position trade

Uma coisa é certa: independente da modalidade, investir é uma das melhores formas de conquistar a sua independência financeira. Apesar de as operações serem afetadas principalmente pela saúde financeira da instituição e pela repercussão de fatos ligados a ela, o position trade é uma ótima posição para se operar a médio e longo prazo. Veja só:

  • Não exige dedicação em tempo integral: isso permite ao investidor operar na Bolsa de Valores e executar outros trabalhos ao mesmo tempo. Essa modalidade é ideal para traders que não dispõe de muito tempo para se dedicar ao mercado financeiro.
  • Exposição ao risco é menor: ao contrário de quem opera day trade, por exemplo, o position trader não precisa se antecipar às oscilações do mercado. Tendências momentâneas não trazem grandes preocupações a esses investidores.
  • Possui custos baixos de operação: por exigir menos aberturas e fechamentos de posições, o position trade permite operações com baixas taxas de corretagem. Ao contrário de outras modalidades que consomem parte do lucro na transação, no position trade o investidor consegue economizar nos custos das operações.
  • Análises integradas: essa modalidade permite ao trader unir a análise fundamentalista à análise técnica para obter um maior proveito em suas operações.

Como operar com sucesso no position trade 

Não há como fugir: ler o mercado é uma habilidade que demanda estudo e prática. Para investir com sucesso no position trade, é importante conhecer o máximo possível das empresas nas quais você pretende investir e saber operar utilizando os gráficos, pois pode ser necessário contar com eles na hora de fechar um negócio.

Mas não é só isso: existem outros pontos que devem ser considerados também se você deseja ser um trader bem-sucedido. Confira!

  1. Descubra se o seu perfil de investidor é de fato compatível com essa modalidade de investimento

Se após analisar as características de cada perfil e chegar à conclusão de que você é um investidor moderado, por exemplo, não é interessante aplicar uma grande parcela do seu capital em renda variável. Nesse caso, vale apostar na renda fixa – ainda que seja possível investir quantias menores em renda variável.

  1. Gerencie os riscos da sua carteira

Quem tem experiência na Bolsa de Valores sabe que todos os investimentos em renda variável possuem riscos. Contudo, nem sempre os graus desses riscos são os mesmos. 

Por ser uma operação de médio/longo prazo, as grandes oscilações não costumam acometer tanto os position traders. Contudo, caso o mercado oscile de maneira inesperada e brusca, como no caso da pandemia do coronavírus, é importante entender as técnicas para uma boa gestão de risco.

Aprender a gerir as variáveis que influenciam seus investimentos o ajudará a montar uma carteira de sucesso – que deve ser balanceada e diversificada, de forma a minimizar os riscos das operações.

  1. Estude o mercado

Leia bastante sobre o mercado financeiro, acompanhe suas notícias com periodicidade e busque aprender como funciona a análise técnica e a análise fundamentalista dos investimentos.

  1. Escolha o melhor tipo de análise para as suas operações

Os tipos de análise podem variar dependendo do tipo de posição que você opte por executar. Quem opera day trade, por exemplo, possui a análise técnica, ou gráfica, como sua maior aliada.

5. Abra sua conta em uma corretora de investimentos

Para viabilizar qualquer operação na Bolsa de Valores, os investidores precisam ter uma conta aberta junto a uma corretora de investimentos de confiança. É essa a empresa responsável por intermediar as negociações feitas entre os traders e o mercado financeiro.

6. Compre os ativos e tenha paciência

Como vimos, tempo não é um problema para os position traders. Por isso, se você irá operar nessa modalidade, precisa ter em mente que seus retornos poderão ser bons – mas serão a médio e ou longo prazo.

7. Caso tenha dúvidas, peça a ajuda de especialistas

Não tenha receio de buscar ajuda de profissionais capacitados até ganhar a experiência necessária para operar com mais confiança. O mercado financeiro é repleto de possibilidades e particularidades. Investir em renda variável merece ainda mais atenção e prática!

Dicas para montar uma boa carteira de investimentos a longo prazo

Atenção à situação financeira das instituições 

Ao começar a mapear as empresas que irão compor a sua carteira, observe o histórico de seus ativos, sua situação econômica e de mercado e sua solidez. Assim, é possível fazer projeções e identificar seu potencial de crescimento a médio e longo prazo para concluir se vale a pena aplicar seu capital naquela instituição.

Diversifique sua carteira por setores

Não invista o seu dinheiro em instituições de um mesmo segmento apenas. Opte por instituições de setores distintos – como o da construção civil e o bancário, por exemplo. Essa é uma ferramenta bastante importante para minimizar riscos, uma vez que, se um setor estiver em tendência de queda, o outro pode estar em crescimento no mercado.

Acompanhe as notícias:

Por último, mas não menos importante: mantenha-se sempre atualizado das últimas notícias e informações macroeconômicas. Para qualquer investidor que visa alcançar o sucesso, acompanhar as tendências de mercado e o calendário econômico é fundamental.

Crie uma rotina e separe uns minutinhos do seu dia para ler as atualizações sobre finanças e economia. Basta assinar gratuitamente a nossa newsletter para ficar por dentro das novidades do mercado!

Posts relacionados

Deixe um comentário