proventos

O que são proventos? Conheça os tipos de remuneração recebidos pelos acionistas

Para ter lucro no mercado de ações, é necessário investir com estratégia. Do contrário, cada oscilação pode induzir você a vender seus ativos de forma impulsiva, o que pode gerar prejuízo.

Há diferentes formas de obter ganhos. Uma das alternativas é investir com o foco em proventos, ou mais precisamente, em dividendos.

Os proventos são benefícios que as empresas oferecem aos seus acionistas. Dividendos são um tipo de proventos e é sobre isso que vamos tratar nesse post.

O que de fato são proventos e como ganhar dinheiro com eles? Acompanhe!

O que são proventos?

Proventos são um tipo de repasse que a empresa faz aos acionistas, que se refere à parte do lucro obtido pela companhia em determinado período e corresponde a, no mínimo, 25% desse valor. Entretanto, é possível que esse repasse seja ainda maior, desde que essa decisão seja tomada pela gestão da companhia.

Na prática, as empresas que lucram precisam pensar no que fazer com os recursos obtidos. Consequentemente, os responsáveis pela companhia se reúnem e decidem se o mais indicado é usar o dinheiro para corrigir problemas, para executar novos projetos ou para fazer o repasse do lucro aos acionistas, tornando a compra de suas ações mais atrativa na Bolsa de Valores.

Vale lembrar que essa prática valoriza o negócio diante dos investidores, pois abre uma oportunidade para quem deseja obter renda passiva. Investindo em empresas com bom histórico de repasses, você pode montar uma estratégia para investir em várias organizações e receber proventos periodicamente.

Como investir com foco em proventos?

Perceba que, para investir como foco em proventos, é preciso adquirir ativos com potencial de valorização. Isso quer dizer que é recomendado escolher as empresas que tendem a gerar lucro.

Nesse caso, tão importante quanto escolher as empresas certas, é procurar aumentar a sua participação no negócio, sempre comprando mais ativos. Uma boa maneira de fazer isso é usando os proventos que você recebe para reinvestir, comprando novas ações das empresas das quais já é sócio.

Proventos são soluções pertinentes para estratégias de médio e longo prazo. Quando a ideia do investidor é obter lucro mais rapidamente, fazendo Day Trade por exemplo, o ideal é se concentrar na oscilação dos preços dos ativos, lucrando com a valorização ou desvalorização (no caso de quem opera vendido). Ou seja, o foco é diferente.

Quais os tipos de proventos?

Geralmente, proventos são entendidos como um sinônimo para dividendos, mas isso não é correto. Proventos podem ser dividendos ou Juros sobre Capital Próprio (JCP). A diferença básica entre eles é que, nos dividendos, quem paga os tributos é a empresa e, nos juros sobre Capital Próprio, quem arca com essa despesa é o acionista.

Existem também as bonificações, que são repasses a acionistas que podem ser feitos em espécie ou por meio de ações. O valor do repasse é estabelecido em uma assembleia geral.

Quais os direitos de subscrição?

Os direitos de subscrição são benefícios que exigem que o acionista gaste dinheiro para obtê-los, não sendo necessariamente um ganho, como acontece com dividendos, JCP e bonificações. Provento é um benefício que o acionista recebe como fruto de sua participação no negócio, enquanto os direitos de subscrição funcionam como instrumentos corporativos que permitem ao acionista manter a sua participação no negócio, mediante recebimento de vantagens para efetuar novas compras de ações.

Como veremos adiante, é possível que, mesmo com um repasse significativo de proventos, essa vantagem não seja o melhor critério para decidir em qual empresa investir. Por isso, para escolher qual ativo comprar, pense em um negócio que seja rentável e que haja meios para crescer ainda mais no futuro.  

O que é importante saber sobre proventos?

As empresas não são obrigadas a fazer o repasse mensal de seus lucros. Algumas companhias com bons resultados podem até fazer isso com mais frequência, gerando repasse mensal, mas essa não é uma regra. Quando optam por fazer o repasse, a lei determina um valor mínimo para ser distribuído semestralmente.

Além disso, caso julgue interessante investir com foco em proventos, o investidor pode contar com algumas ferramentas, como o Dividend Yield (DY), uma métrica que indica o rendimento do dividendo. O funcionamento é muito simples: basta dividir o valor dos proventos por ação pela cotação atual multiplicada por 100.

Vamos a um exemplo: se uma ação está cotada a R$ 10 e a empresa paga anualmente R$ 1 de provento, utilizando a fórmula nós teremos: 1/10×100 = 10%. Isso significa que o retorno em proventos por ação é 10%.

Como saber se esse é um valor interessante?

O Dividend Yield é uma ferramenta poderosa quando usada de maneira comparativa. Para saber se o valor dos proventos é interessante, compare esse resultado com o de períodos anteriores da mesma empresa ou aos resultados de outras empresas. 

Avalie se o repasse realmente é compatível

Outro fator importante a ser considerado é avaliar se o repasse realmente é compatível com a realidade da empresa. Imagine uma organização que apresenta baixas cotações, mas que ofereça altas taxas de proventos.

Isso pode significar que ela está tentando atrair capital, dando sinais ao mercado de que está em situação diferente da realidade. Usando o DY como uma ferramenta analítica individual, você pode ser levado a acreditar em cenários que não condizem com a realidade. Entretanto, adotando-a de maneira criteriosa e conjuntamente com o bom entendimento de mercado, ela pode ser um diferencial para você fazer bons negócios.

Enfim, entender o que são proventos e como investir com foco no recebimento deles é algo que pode potencializar os seus investimentos no mercado de ações. Procuramos ajudá-lo com as informações mais pertinentes sobre o assunto, justamente para abrir caminhos em relação a este universo. Na rede social da Vexter você aprende muito mais, pode tirar as suas dúvidas com um analista de investimentos em nossa sala de trade e praticar com nosso simulador. 

Ficou alguma dúvida sobre proventos, dividendos ou outro termo? Deixe aqui a sua pergunta no espaço dos comentários!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.