Os benefícios de investir em renda variável

Os benefícios de investir em renda variável

O mercado financeiro oferece uma série de possibilidades para quem busca aplicar seu dinheiro. Uma delas é investir em renda variável, que costuma oferecer melhores retornos, devido à remuneração e riscos envolvidos. Nesse tipo de investimento, não existe uma taxa de rentabilidade fixa, permitindo que os investidores busquem retornos mais atrativos.

Um exemplo de investimento em renda variável é a bolsa de valores, que vem ganhando mais adeptos no Brasil. Em 2018, a BM&F Bovespa ganhou mais de 110 mil novos investidores. 

Quer aprender mais sobre renda variável e seus benefícios? Entenda por que tantas pessoas optam por esse tipo de investimento!

O que é renda variável?

O termo renda variável se refere a investimentos cujas taxas de retorno são dinâmicas e determinadas por um conjunto de variáveis existentes no mercado. Isso quer dizer que não há uma taxa fixa que vai definir exatamente quanto o investidor vai ganhar ao investir seus recursos.

Esses títulos são sensíveis a diversas mudanças, que são interpretadas de forma positiva ou negativa pelos investidores, o que faz com que os preços dos papéis subam ou caiam. O mesmo acontece na bolsa de valores, onde o objetivo final é vender um ativo por um preço superior ao de compra e lucrar com a diferença. Por exemplo, ao investir em ações do Itaú, você não sabe quanto o preço dos papéis vai subir, ou mesmo se ele vai cair.

Títulos de renda variável portanto oferecem maiores riscos, mas também um potencial de retorno maior. Por isso, eles são muito procurados por quem busca rendimentos mais elevados que os oferecidos pela renda fixa.

Siga uma estratégia

Mas isso não significa que você deva fazer seus investimentos no escuro. Existem análises que podem ser realizadas antes de se fazer um investimento para saber se é um bom momento para comprar ações de uma determinada empresa. Essas análises devem seguir uma estratégia que estará alinhada com o seu perfil de investidor 

Qual é a diferença entre renda fixa e renda variável?

O mercado classifica os tipos de investimento em dois grandes grupos: renda fixa e renda variável. Cada um desses grupos possui títulos que se encaixam em diferentes perfis de investidores. Você vai entender a diferença entre renda fixa e variável agora:

Renda variável

Na renda variável, o retorno do investimento não é conhecido e nem determinado no momento da aplicação. Ao contrário do que acontece na renda fixa, aqui não existem taxas pré-determinadas, já que os ganhos e perdas acontecem de acordo com as oscilações do mercado.

Apesar de ser um grupo de investimentos mais arriscado, essa modalidade costuma oferecer melhores rentabilidades que a renda fixa, devido à relação risco-retorno (quanto maior o risco, maiores retornos o investimento pode oferecer). Ainda assim, há maneiras de minimizar os riscos e obter excelentes resultados.

Esse tipo de investimento deve estar atrelado ao perfil do investidor, aos seus objetivos e ao seu planejamento financeiro. Quem busca maiores retornos, mesmo que isso envolva mais riscos, pode encontrar na renda variável excelentes oportunidades para potencializar seus ganhos.

Exemplos de investimentos em renda variável

  • Mercado de ações;
  • Mercado futuro;
  • Fundos de ações;
  • Fundos Imobiliários;
  • Opções.

Renda fixa

Os investimentos em renda fixa oferecem riscos menores, sendo possível dimensionar qual será o retorno sobre a aplicação feita. Ou seja, o investidor consegue calcular quanto terá de rendimento ao final do investimento.

Em títulos de renda fixa, você empresta seu dinheiro para uma instituição financeira ou para o governo (no caso do Tesouro Direto) que, por sua vez, compromete-se a te devolver o dinheiro corrigido ao final de um determinado prazo. Enquanto isso, a instituição vai usando seu dinheiro para financiar suas atividades.

Exemplos de investimentos em renda fixa

  • Caderneta de poupança;
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB);
  • Tesouro Direto;
  • Letras de Crédito;
  • Fundos de Renda Fixa;
  • Debêntures.

Os títulos de renda fixa podem oferecer boa rentabilidade, mas é muito improvável que superem o potencial de ganho dos investimentos em renda variável.

Por que investir em renda variável?

Agora que você já entendeu o que é a renda variável e porque ela se diferencia da renda fixa, deve estar se perguntando: por que investir nesses títulos?

Potencial de retorno

Um dos motivos que atrai milhares de investidores e que já citamos aqui tem a ver com os rendimentos que a renda variável oferece. Seu potencial de retorno é muito superior à outras modalidades do mercado.

Investir com comodidade

Devido aos avanços na tecnologia, é possível investir em renda variável pela internet, de maneira simples e segura. Então, você também pode investir com comodidade, sem precisar sair de casa.

Investir com pouco dinheiro

Outro motivo para investir neste tipo de investimento é que você não precisa de um montante milionário para começar a investir. É possível investir em renda variável com pouco dinheiro.

Diversificar os investimentos

Não é preciso ficar preso em apenas uma modalidade de investimento. Inclusive, quanto mais diversificada a carteira, melhor. Mesmo investindo em renda variável, você pode separar parte do capital para aplicar em títulos de renda fixa e diversificar seus investimentos e vice e versa.

Além de tudo que você já leu aqui, investir em renda variável pode ser mais fácil que muita gente imagina. Com o apoio de profissionais e ao lado de quem tem experiência no mercado, sua jornada de investimentos se torna muito mais simples.

Como investir em renda variável?

Investir em renda variável pode ser muito lucrativo e prazeroso. Não é à toa que existem investidores totalmente apaixonados por esse mercado.

O primeiro passo para isso é identificar o seu perfil de investidor. Depois, sua tarefa é pesquisar os tipos de investimento disponíveis no mercado e identificar quais são as melhores oportunidades para você.

Lembrando que não precisa ser só um tipo de investimento. Especialistas do mercado afirmam que o ideal é que você não invista todo seu dinheiro em apenas uma modalidade, diversificando a sua carteira. Portanto, você pode optar por comprar ativos na bolsa de valores e também investir em fundos imobiliários, por exemplo.

Muitos investidores iniciantes têm dúvidas e insegurança de começar investindo no Home Broker. Se este é o seu caso, recomendamos que comece por um simulador de investimentos.

Respeite o seu perfil

Se você está buscando por boas rentabilidades, certamente encontrará ótimas oportunidades na modalidade de renda variável. Só nunca se esqueça que o investimento ideal para você é aquele que mais se adequa ao seu perfil.

Estude o mercado

Estudar o mercado e ficar atento às mudanças são sempre medidas necessárias. Afinal, conhecimento faz toda a diferença no mundo dos investimentos e principalmente nos de renda variável.

Quer entender ainda mais sobre esse universo? Leia nosso e-book: Guia prático: como começar a investir em ações. Bons investimentos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.