setor imobiliário setor imobiliário

Setor imobiliário na Bolsa de Valores: dicas para investir

6 minutos para ler

Conhecer e aprender sobre os setores das empresas listadas na Bolsa de Valores brasileira é muito importante se os investidores quiserem ter bons resultados. Por isso, neste texto, vamos falar sobre as companhias do setor imobiliário que estão listadas na B3. Além disso, também falaremos sobre duas possibilidades de investimentos nesse segmento.  Confira a seguir!

O que é setor imobiliário?

O Setor imobiliário ou mercado imobiliário é composto por empresas que compram, vendem ou alugam bens imóveis.

Essas companhias comercializam casas, apartamentos, salas comerciais, terrenos e plantações.

As negociações do setor imobiliário possuem valores altos, já que são comercializados bens móveis com preços significativos. 

Esse setor costuma ser aquecido, já que construtoras e incorporadoras estão sempre lançando novos empreendimentos. 

As pessoas do mercado imobiliário estão sempre interessadas na valorização de imóveis, já que podem ganhar com a alta nos preços das negociações. Confira as principais tendências do setor imobiliário para este ano.

Mas é preciso se preocupar com a bolha imobiliária, quando os investidores especuladores adquirem imóveis para ganhar com a valorização e a venda. 

Porém, nesse caso, os preços não se sustentam mais e os valores passam por uma enorme queda.

Por isso, o melhor momento para quem deseja comprar no setor imobiliário é quando a demanda diminui e acontece o ajustamento dos preços.

Como investir no setor imobiliário?

Muitas pessoas acreditam que as formas mais fáceis de investir no mercado imobiliário são através da compra do imóvel para aluguel e recebimento de uma renda mensal ou pela valorização do imóvel e venda no futuro. 

Porém, existem outras duas maneiras de investir em imóveis graças ao mercado financeiro que trouxe novas possibilidades ligadas ao setor imobiliário.  Saiba quais são: 

Compra de ações de empresas do setor imobiliário

Existem diversas empresas do mercado imobiliário que permitem a compra e venda das suas ações na Bolsa de Valores brasileira. 

Quando os acionistas compram ações das companhias desse setor, eles se tornam sócios da empresa.

Portanto, os lucros e riscos do negócio são partilhados conforme a performance das ações na Bolsa. 

Se a companhia possui bons resultados das suas operações, os investidores ganham maiores ganhos.

Ao contrário, se a empresa não tem bons resultados, então os valores dos papéis podem cair. 

Como comprar ações de empresas do setor imobiliário?

Comprar ações de empresas do mercado imobiliário é mais simples do que você possa imaginar. 

Só é preciso abrir uma conta em uma corretora de investimentos, transferir um valor para sua conta na corretora, pesquisar pelo código das empresas do mercado imobiliário e comprar as ações que te interessar. 

O ideal é você entender seu perfil de investidor, definir as suas metas e analisar as características dessas empresas do segmento imobiliário que possuem ações na Bolsa. 

Fundos  Imobiliários (FII)

Fundos Imobiliários (FII) são a reunião de vários investidores (cotistas) que investem seus recursos financeiros em empreendimentos imobiliários que não poderiam comprar sozinhos.

Esses investimentos podem ser em um shopping, prédio comercial, hotel, agência bancária ou em um empreendimento residencial.

Cada cotista possui um número de cotas desse fundo imobiliário, que são proporcionais ao valor investido por cada um deles. 

Os Fundos Imobiliários permitem a negociação das cotas na Bolsa de Valores, possibilitando a vantagem da liquidez diária, ou seja, o investidor pode comprar e vender suas contas no mercado no momento que desejar.

Como investir em Fundos Imobiliários?

Para investir em Fundos Imobiliários é simples: faça o cadastro em uma corretora de valores, digite o código do fundo que deseja investir, informe a quantidade de cotas desejada e o preço que está disposto a pagar por elas.

É importante analisar alguns dados do Fundo Imobiliário antes de começar a investir nele. 

Ao adquirir apenas um único fundo, o investidor pode investir em vários imóveis diferentes. Esse ponto diminui o risco de desvalorização imobiliária em determinada região.

Antes de investir em fundos, estude se esse é o tipo de investimento que você deseja fazer. 

Se você possui um perfil de maior controle sobre os seus investimentos, essa não pode ser a melhor opção, já que você será dependente do gestor do fundo, que pode trazer resultados ou não.

Empresas imobiliárias listadas na Bolsa de Valores

Veja algumas empresas que estão listadas na Bolsa de Valores, a seguir: 

MRV (MRVE3)

A MRV é uma construtora e incorporadora brasileira que atua no mercado de empreendimentos residenciais populares.

A empresa está presente na B3 com o código MRVE3 e é considerada uma das construtoras mais valiosas da bolsa. Segundo a Money Times, entre dezembro de 2014 a setembro de 2019, a MRV obteve uma alta de 133% (equivalente a R$ 7,8 bilhões).

Cyrela Brazil Realty (CYRE3)

A Cyrela Brazil Reality é uma das maiores empresas do setor imobiliário e também está listada na Bolsa de Valores com o código (CYRE3). 

De acordo com o site The Cap, as ações da Cyrela acumularam alta de 9,31% nos últimos meses de 2020. 

Tenda (TEND3)

Fundada em 1969, a Construtora Tenda é uma das maiores do seu setor no Brasil. A empresa concentra os seus empreendimentos no programa “Minha Casa Minha Vida”.

É possível comprar suas ações na bolsa através do código TEND3. Em 2020, a construtora Tenda obteve uma receita líquida de R$ 526,1 milhões.

Direcional (DIRR3)

A Direcional Engenharia é uma das 5 maiores construtoras do país. Além disso, é uma das empresas que mais contratou empreendimentos no programa “Minha Casa Minha Vida”, no segmento Faixa 1, segundo o site Info Money.

O código da Direcional da Bolsa de Valores é DIRR3. No primeiro trimestre de 2021, a Direcional registrou lucro líquido de R$ 27,1 milhões, 2,7 vezes maior do que no mesmo período do ano passado. 

Vale a pena investir no setor imobiliário?

Descubra os motivos que mostram que vale a pena investir em ações de empresas do setor imobiliário e em Fundos Imobiliários ( FII). Confira:

Ações imobiliárias

  • A procura por construções faz com que as empresas desse ramo lucrem mais e, consequentemente, elas pagam dividendos maiores aos acionistas. 
  • O aquecimento do mercado faz as cotações das ações subirem porque as empresas se tornam mais valorizadas. 

Fundos Imobiliários

  • No Brasil, a distribuição dos dividendos aos cotistas é realizada mensalmente. 
  • A distribuição dos rendimentos derivados de Fundos Imobiliários é isenta de Imposto de Renda (IR).

Gostou de saber mais sobre os investimentos no setor imobiliário?  Então assine a nossa newsletter para ficar ainda mais por dentro desse assunto!

Posts relacionados

Um comentário em “Setor imobiliário na Bolsa de Valores: dicas para investir

Deixe um comentário