Swing trade: você conhece essa estratégia versátil da bolsa de valores?

A bolsa de valores é um ambiente muito democrático e tem espaço para vários tipos de objetivos e estratégias. Os principais tipos de operações são o day-trade, swing trade e buy & hold.

O buy & hold é uma modalidade de operação de longo prazo, em que os investidores pretendem obter ganhos por um período superior a 6 meses. Já no day trade, são realizadas operações de curtíssimo prazo, que começam e terminam no mesmo dia, com o objetivo de buscar uma pequena variação dos ativos.

Quer aprender um pouco mais sobre um dos tipos de operação citados acima: o swing trade? Entenda sobre essa estratégia versátil que pode te ajudar a obter ótimos ganhos na bolsa de valores!

O que é swing trade?

A expressão swing trade se refere às operações na bolsa de valores que duram entre um dia e algumas semanas. Ou seja, o investidor compra um ativo e fica com ele durante um período antes de vendê-lo, diferente do day trade, em que a operação começa e termina no mesmo dia.

Geralmente, o swing trade oferece possibilidades de ganho superiores ao day trade. Enquanto se busca um ganho pouco acima de 1% em operações de day trade, em swing trade já se pode esperar retornos entre 5 e 8%.

Para fazer operações de swing trade, o processo é o mesmo das outras modalidades: você acessa o Home Broker, preenche a ordem e envia para a bolsa. Tudo de maneira online. Lembrando que, para fazer esse tipo de operação, é preciso ter uma conta em uma corretora de investimentos.

Vantagens e desvantagens

As vantagens do swing trade são parecidas com as do day trade: o investidor pode fazer várias operações e multiplicar seus ganhos, em vez de operar em buy & hold e esperar um longo tempo para obter lucro. Ainda assim, não se pode afirmar que uma operação é melhor que a outra, pois isso depende do perfil de cada investidor. Para quem gosta de potencializar os ganhos, o swing trade tem uma desvantagem: não é possível operar alavancado.

Outro ponto que precisa ser levado em consideração é que o investidor dorme posicionado, ou seja, não vende o ativo no mesmo dia em que comprou. Isso o deixa suscetível a intercorrências, que podem fazer o preço do ativo cair de um dia para o outro.

Uma última consideração sobre o swing trade é a necessidade de se acompanhar com frequência o mercado. Isso pode ser uma vantagem ou uma desvantagem, dependendo de cada investidor. Afinal, há quem goste de acompanhar o mercado e há quem não goste ou não tenha muito tempo disponível para tal.   

Métodos para minimizar os riscos

No mercado de investimentos, maiores riscos oferecem maiores retornos e existem formas de ajudar o investidor a trabalhar com os riscos de maneira estratégica. Uma das técnicas de gestão de risco nas operações de swing trade é estabelecer os stops e objetivos de cada operação. O stop limita as perdas e o objetivo pode encerra a operação assim que os ganhos pré-estabelecidos forem atingidos.

Outra forma de minimizar o risco é ser disciplinado e tentar manter a estabilidade emocional. Por se tratarem de operações mais rápidas, manter a calma e concluir a estratégia são posturas de todo investidor de swing trade.

Uma sugestão para reduzir os seus riscos é investir ao lado de pessoas que tenham experiência de mercado e que possam te ajudar em sua trajetória. Para isso, sugerimos que você se cadastre em uma plataforma de social trading!

Operando swing trade com o mercado em tendência de baixa

Muitos imaginam que é possível investir somente na alta das ações, entretanto, você pode fazer operações buscando também a queda dos ativos, que são chamadas de venda a descoberto ou operar vendidoAssim como nas outras modalidades de investimento, é possível operar “vendido” em swing trade.

A operação de venda a descoberto no swing trade funciona da seguinte maneira: antes de vender um ativo, você precisa entrar em contato com a corretora e verificar se existem ações para aluguel. No mercado, essas ações são conhecidas como BTC, que é a taxa a ser paga para essa operação.

Se houver, você escolhe o ativo, seleciona no seu Home Broker a opção “venda” e, em seguida, determina o objetivo e o stop. Seu objetivo, nesse caso, será menor que o preço de entrada.

Se o preço cair, o seu lucro será correspondente a essa queda. Por ser uma operação de swing trade, pode levar alguns dias para que você alcance o objetivo determinado.

Viu como é possível ganhar dinheiro na bolsa de valores de diferentes formas, inclusive com a queda dos ativos? Se esse tipo de negociação estiver de acordo com seu perfil de investidor, o swing trade pode ser um grande aliado para seus investimentos.

Quer aprender mais sobre outras formas de fazer operações na bolsa de valores? Conheça o nosso post sobre day trade ou deixe sua pergunta abaixo. Vamos te ajudar a aprender cada vez mais sobre o mundo dos investimentos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.