um milhão na poupança

Quanto rende um milhão na poupança?

O sonho de ser milionário é muito comum. Principalmente por que, faz parte do imaginário coletivo dos brasileiros imaginar que depositando o valor na poupança é possível viver com tranquilidade e abundância apenas dos juros da aplicação. 

Mas será que isso é verdade? Para entender melhor é preciso conhecer o funcionamento da poupança e fazer o cálculo da projeção anual de rendimento para o valor de um milhão de reais. 

Confira nesse post simulações dos valores desse tipo de aplicação, assim como outros investimentos seguros que podem ser mais rentáveis para aumentar a sua renda! 

O que é e como funciona o rendimento da poupança

Poupança nada mais é do que o acúmulo do dinheiro não gasto. Ou seja, uma reserva financeira para ser usada no futuro. Contudo, o termo é mais utilizado no Brasil para uma modalidade de aplicação oferecida pelas instituições financeiras que consiste na criação de uma conta onde o dinheiro guardado é acrescido mensalmente de uma taxa de rentabilidade. 

Todos os meses, o valor depositado na conta poupança “faz aniversário”. Em suma, isso significa que o juros do valor depositado entrará em sua conta no mesmo dia do depósito em todos os meses subsequentes. 

As duas regras distintas do rendimento da poupança

Para entender os juros da poupança, é muito importante saber a data em que a aplicação foi feita. Isso porque as duas regras da “poupança nova” são aplicadas apenas aos depósitos feitos a partir de maio de 2012. 

Até maio de 2012 a rentabilidade da poupança era fixa, calculada por: 0,5% + taxa referencial. A partir dessa data as regras mudaram e a rentabilidade agora é composta por dois fatores dominantes: a Taxa Selic (taxa de juros básica da economia) e a Taxa Referencial (taxa que calcula a rentabilidade de diversas aplicações financeiras). 

Funciona assim:

  • Quando a Taxa Selic está acima de 8,5%, a poupança remunera ao mês 0,5% sobre o valor depositado + Taxa Referencial.
  • Quando a Taxa Selic está igual ou abaixo de 8,5%, o juros da poupança é de 70% da Selic + a variação da Taxa Referencial.

Para entender melhor, no post sobre juros da poupança explicamos com detalhes tudo o que você precisa saber para calcular o rendimento. 

Quanto rende um milhão na poupança

Entendido as variáveis e o funcionamento do cálculo é importante levar em consideração principalmente o valor da Taxa Selic do momento atual e as previsões para ela no futuro próximo. 

Infelizmente, por conta do cenário político e dos impactos do Coronavírus na economia, as previsões para 2020 não são positivas. Do começo do ano, até junho de 2020 o Banco Central já reduziu a taxa de juros 8 vezes, fazendo com que a previsão da taxa Selic chegue a 2,25% ao ano. Menor taxa da história do país. 

Na prática, isso significa que nesse ano a remuneração da poupança pode chegar a apenas 70% de 2,25% + o valor da taxa referencial. 

Atenção: com a taxa Selic tão baixa e com as expectativas pessimistas para o crescimento da economia mundial e do PIB Brasil, é possível – e até mesmo provável – que o rendimento real da poupança seja negativo em 2020. 

Cálculo do rendimento de um milhão na poupança 

De acordo com a calculadora do Banco Central do Brasil o rendimento mensal de um milhão de reais atualmente (de junho à julho de 2020) na poupança nova é de aproximadamente R$1.733,00. 

Usando essa mesma base de juros para os próximos 12 meses é esperado que em um ano um milhão de reais na poupança seja acrescido de aproximadamente R$20.796. 

É importante lembrar que como a variação é mensal, os valores acima são uma estimativa. Além disso, para avaliar se a poupança é um investimento que de fato vale a pena, o valor da inflação deve ser levado em conta. 

Investir na poupança vale a pena?

Como qualquer tipo de investimento, a poupança possui prós e contras. 

Entre os prós é correto afirmar que nela o seu dinheiro está seguro, rende mais do que se ficasse parado na conta corrente e possui muita liquidez caso deseje uma retirada rápida. 

Entre os contras, está principalmente o fato de que o rendimento é muito baixo se comparado à outros investimentos e que muitas vezes a inflação pode até mesmo desvalorizar a quantia guardada.  

Para entender com exemplos como a inflação influencia esse cálculo é importante conhecer em números, o históricos da inflação da Poupança Nova no Brasil nos últimos anos: 

Histórico de rendimento da Poupança Nova

  • 2019 – 4,26% de rendimento / 4,31% de inflação
  • 2018 – 4,55% de rendimento / 3,75% de inflação
  • 2017 – 6,57% de rendimento / 2,95% de inflação
  • 2016 – 8,07% de rendimento / 6,29% de inflação
  • 2015 – 8,07% de rendimento / 10,67% de inflação
  • 2014 – 7,16% de rendimento / 6,41% de inflação
  • 2013 – 6,36% de rendimento / 5,91% de inflação
  • 2012 – 6,47% de rendimento / 5,84% de inflação

Com base nos dados acima, a resposta é que investir na poupança é viável, mas está longe de ser o melhor tipo de investimento para quem quer ver o dinheiro crescer e viver dos rendimentos. Para uma carteira de sucesso existem outros investimentos em renda fixa e variável que podem oferecer rentabilidades muito maiores. 

Quais opções de investimento são mais rentáveis que a poupança?

Entre a gama de investimentos possíveis para quem quer rendimentos maiores, existem dezenas que fazem mais sentido tanto para investidores conservadores, quanto para investidores agressivos. 

Para quem prefere estabilidade e não correr muitos riscos, o Tesouro Direto Selic, o CDB, as Letras de Crédito e os Debêntures são algumas opções. Já para quem está disposto a arriscar um pouco mais em busca de uma melhor rentabilidade, algumas opções podem ser o Mercado de ações da Bolsa de Valores (B3), o Mercado Futuro e o Mercado de opções.

Quanto rende um milhão de reais no tesouro direto Selic

De acordo com a calculadora do Banco Central do Brasil o rendimento mensal de um milhão de reais atualmente (de junho à julho de 2020) no Tesouro Direto Selic é de aproximadamente R$2.123,32. Uma diferença positiva de mais de R$300 para a poupança em apenas um mês de investimento. 

Usando essa mesma base de juros para os próximos 12 meses é esperado que em um ano um milhão de reais no Tesouro Direto seja acrescido de aproximadamente R$25.479,84. 

É importante lembrar que como a variação é mensal, os valores acima são uma estimativa demonstrativa com base em um curto período de tempo. 

Quanto rende um milhão de reais na Bolsa 

O cálculo em renda variável é sempre mais subjetivo, pois depende exclusivamente do desempenho das ações escolhidas no período de tempo analisado. Contudo, com uma análise/estratégia bem feita e uma boa carteira é possível multiplicar os ganhos na Bolsa de Valores. 

Exemplo de bom desempenho de ações no último mês  

Importante: essa é uma análise demonstrativa e não uma recomendação de investimento. Os diferentes investimentos em renda variável podem apresentar risco de perda de patrimônio e a rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. 

Apesar de ainda ser muito utilizada e respeitada no Brasil, a rentabilidade da poupança – em especial nos dias de hoje – já não é a melhor alternativa para quem busca independência financeira. Existem investimentos mais rentáveis tanto em renda fixa, quanto em renda variável. 

Curtiu o conteúdo mas ficou com alguma dúvida? É só deixar um comentário nesse artigo que te ajudaremos! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.