qual o valor do ethereum hoje qual o valor do ethereum hoje

Qual o valor do Ethereum hoje?

6 minutos para ler

Apesar de distintos em relação às suas finalidades, o ethereum e o bitcoin são considerados, hoje, as duas principais criptomoedas do mundo. Enquanto o bitcoin nasceu como alternativa às moedas tradicionais, o ethereum veio para facilitar contratos inteligentes e aplicações dentro do blockchain.

Portanto, além de moeda e reserva de valor, o ethereum constitui toda uma estrutura descentralizada capaz de permitir o funcionamento de vários criptoativos, englobando desde operações com sua moeda nativa – o ether – até operações com outros ativos virtuais.

Desde sua criação, o valor do ethereum já sofreu várias oscilações, o que é super comum dentro do mercado das criptos. Se você deseja entender como ocorrem essas flutuações nos preços, saber a cotação atual e as principais características desse ativo para investir com mais assertividade, você está no lugar certo. Siga a leitura e fique por dentro!

Um pouco sobre o ethereum

Para entendermos melhor o ethereum, vale relembrarmos rapidamente sua história: em 2016, um hacker encontrou uma falha na plataforma e conseguiu roubar cerca de US$ 50 milhões de ethe, a criptomoeda nativa do sistema ethereum.

Com o incidente, a comunidade decidiu criar uma nova rede, que permitiria, inclusive, a recuperação dos criptoativos inicialmente perdidos. O projeto original foi chamado, então, de ethereum classic – e a nova moeda ganhou o nome de ethereum, apenas.

Surpreendentemente, o novo ativo acabou popularizando e valorizando mais do que o ethereum classic, mas, de forma geral, são poucas as diferenças entre os dois projetos. A principal é que, por ser mais utilizado, o ethereum possui, hoje, um preço e valor de mercado mais altos.

Em comparação ao bitcoin, ambas as plataformas utilizam o blockchain para validar transações, garantir a segurança e evitar fraudes – bem como funcionam a partir do processo de mineração, no qual os próprios usuários realizam as operações de forma autônoma e descentralizada. No entanto, a rede ethereum é mais rápida, o que a torna um sistema de pagamentos mais robusto e completo.

Como ocorre a variação nos preços do ethereum

Assim como ocorre no mercado acionário, a oscilação no preço do ethereum decorre de uma combinação de fatores no cenário político e econômico interno e externo. A valorização do ethereum, que podemos observar nos últimos tempos, vem principalmente de compras de investidores institucionais, maior utilização da plataforma e migração de usuários do bitcoin para o ethereum.

Além disso, muitos investidores vêm adotando a estratégia de manter o ethereum em suas carteiras visando receber recompensas pela participação na validação das transações – o que ocasiona uma menor oferta do ativo no mercado e, consequentemente, contribui para a sua valorização. Mesmo assim, vale lembrar que, diferentemente do bitcoin, o ethereum não é finito, portanto, não há um número limitado de ether a ser minerado pelos usuários. 

Um outro fato inesperado para o mercado foi a aprovação da participação de instituições financeiras em blockchains públicas, fato que, em paralelo ao uso crescente da plataforma, vêm favorecendo a alta nos preços da criptomoeda e contribui para a sustentação nos preços do ether.

Histórico de preços do ethereum e cotação atual

Enquanto o bitcoin já está instituído no mercado, o ethereum está apenas no começo da sua trajetória, portanto, apresenta um grande potencial de crescimento (e, consequentemente, de riscos associados às operações). No ano passado, o bitcoin acumulou uma alta de aproximadamente 94%, enquanto o ethereum extrapolou a casa dos 419%.

No ano passado, o ether atingiu sua máxima histórica em novembro, superando pela primeira vez os US$ 4.800, chegando a ser negociado, no Brasil, a R$ 26 mil. Na data e horário de consulta para a redação desse artigo, o ethereum estava valendo U$ 3.439,75, o equivalente a R$ 16.377,75.

Confira, no gráfico abaixo, as movimentações nos preços da criptomoeda:

Vale a pena investir em ethereum?

Como qualquer investimento, o ethereum apresenta riscos e vantagens. Para investidores que possuem um perfil mais tolerante às grandes oscilações, investir em criptomoedas – e, especialmente no ethereum – pode sim ser interessante.

Listamos, logo abaixo, alguns pontos positivos relacionados a esse criptoativo no momento atual:

Alta liquidez

O ether (assim como o bitcoin) possui alta liquidez – portanto, é possível convertê-lo em dinheiro rapidamente por meio das exchanges, que possibilitam a troca da criptomoeda por moeda fiduciária.

Tecnologia em alta 

A economia digital, que anda de mãos dadas com diversas tecnologias – dentre elas o metaverso – está no centro das atenções com o lançamento de novos projetos e possibilidades. A maior parte dessas iniciativas se baseia na plataforma do ethereum, portanto, as chances de crescimento e valorização da criptomoeda são grandes.

Velocidade e sustentabilidade 

Em comparação ao bitcoin, o ethereum é mais eficiente e rápido, de fato. Com as novas atualizações na rede, a expectativa é que problemas relacionados à escalabilidade e congestionamentos sejam solucionados, o que pode fazer com que a criptomoeda se valorize ainda mais. Além disso, as mudanças permitirão um menor gasto de energia durante o processo de mineração.

Apesar das vantagens visíveis, precisamos estar atentos à alta volatilidade dos criptoativos, até porque o mercado das moedas digitais ainda é novo e está se estabelecendo gradualmente. Por isso, é importante ter controle emocional e não agir de forma impulsiva – o que também vale para o mercado acionário.    

Uma alternativa para minimizar esses riscos é investir por meio dos ETFs, fundos de criptomoedas negociados na Bolsa de Valores. Hoje, já existem seis na B3: HASH11 (uma carteira composta por bitcoin e ethereum), QBTC11, BITH11, QETH11, ETHE11, QDFI11.

Agora que você já sabe o valor do Ethereum, conta para gente se deseja investir nessa criptomoeda.

Posts relacionados

Deixe um comentário