valuation valuation

O que é Valuation e como analisar na hora de investir em uma empresa

6 minutos para ler

Imagine a seguinte situação: você adquire ações de uma companhia e, por não ter conhecimento da saúde financeira e das perspectivas a médio e longo prazo da instituição, acaba percebendo que não fez um bom investimento. Ninguém deseja se ver nesse cenário, não é mesmo?

É por isso que existem ferramentas para auxiliar o investidor a analisar se as ações que está negociando na Bolsa de Valores estão sendo vendidas por um valor justo – e se a companhia emissora daquele papel é sólida no mercado, por exemplo.

Parte da análise fundamentalista, o valuation visa trazer, também, projeções para os investidores. Ainda não sabe do que estamos falando ou tem dúvidas sobre o assunto? Fique tranquilo! Nesse artigo, vamos te contar um pouco mais sobre esse processo e sua importância.

O que é valuation?

Valuation é o termo que utilizamos no mercado financeiro para referir à avaliação – ou, valoração – de empresas. Podemos dizer que é um processo que visa estimar o real valor de uma instituição no mercado, bem como o retorno de suas ações a médio e longo prazo.

A partir desse tipo de análise, o investidor tem a possibilidade de compreender o desempenho do negócio no qual está aplicando seu dinheiro, para, assim, definir as melhores estratégias para os seus investimentos.

O valuation é um dos pilares da análise fundamentalista – que, ao contrário da análise técnica, na qual avalia-se o preço da ação e seu desempenho nos gráficos – o foco está em um estudo mais aprofundado das instituições. Ou seja, é uma técnica que visa analisar o histórico financeiro e operacional de uma empresa ao longo de determinado período, a fim de se estimar as perspectivas de crescimento e o potencial de valorização de suas ações.

Por levar em consideração diversos fatores, como as taxas de juros da economia, o PIB, incentivos governamentais e as características relacionadas ao risco de uma instituição, a análise fundamentalista pode parecer complexa – mas a verdade é que ela é bastante completa e auxilia muito na tomada de decisão.

Um ponto que os investidores devem ter em mente é que, por se tratar de projeções, não é possível garantir que o preço das ações não venha a sofrer variações. Oscilações podem ocorrer, principalmente quando ligadas a fatores externos à empresa, como uma tomada de decisão política e ou econômica, por exemplo.  

Existem vários tipos de valuation para auxiliar o investidor em suas análises. Vamos conhecer um pouco mais sobre elas?

Tipos de valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FDC)

Entre todos os tipos de valuation, a análise do Fluxo de Caixa Descontado é a mais completa e mais utilizada pelos investidores. Com o passar do tempo, as empresas tendem a apresentar fluxos de caixas decrescentes; com o FDC, é calculada uma taxa para corrigir o superávit ao longo do tempo.

Com o Fluxo de Caixa Descontado, é analisado um período que compreende entre cinco a dez anos para serem feitas as projeções de lucro futuros de uma empresa. É importante dizer que, quanto maior o espaço de tempo considerado, menos preciso será o valuation.

Múltiplos de Mercado

Para serem feitas as projeções, essa metodologia se baseia na comparação entre empresas do mesmo setor. Ela é mais simples que a anterior, o que favorece uma tomada de decisão mais rápida – e, por isso mesmo, é considerada uma análise complementar para o investidor.

O indicador que costuma ser utilizado nesse tipo de valuation é o Ebitda (ou Lajida), que compreende o lucro da instituição antes dos juros, impostos, depreciação e amortização.

Valuation Contábil

Nesse caso, é levada em consideração apenas a situação contábil e o balanço patrimonial da empresa analisada, ou seja, o valor de seu patrimônio líquido. Esse tipo de valuation, sozinho, é pouco eficaz para o investidor – uma vez que não reflete o valor intrínseco do negócio e desconsidera seus bens intangíveis.

Geralmente, o Valuation Contábil é utilizado quando a instituição está passando por um processo de liquidação ou possui ativos não operacionais, por exemplo.

Valuation de Liquidação

O Valuation de Liquidação é a análise mais utilizada em um cenário de liquidação de uma companhia. Aqui, todos os ativos são somados – e, em seguida, subtrai-se os passivos.  

O objetivo com esse tipo de valuation é projetar um prazo e um valor para a liquidação do restante do patrimônio.

Valuation Pré-Investimento e Pós-Investimento

Em linhas gerais, o valuation pré-investimento representa o valor real da instituição antes de determinado aporte de capital.

Por outro lado, o Valuation Pós-Investimento determina o valor de uma empresa após a participação de um investidor. Por meio dessa análise, pode ser estimado o potencial de crescimento do negócio.

Como analisar o valuation na hora de investir em uma empresa

Apesar de envolver cálculos e análise de indicadores, o mais importante em um processo de valuation é a percepção e o conhecimento do setor e da empresa por parte do investidor. É por isso que estar por dentro do que acontece no mercado – bem como de tudo que se relaciona aos investimentos e ao desempenho das companhias – é sempre tão importante.

Um grande erro dos investidores iniciantes costuma ser, inclusive, tomar decisões baseadas apenas em indicações de pessoas próximas. Além de precisarmos levar em consideração o perfil de investidor e os tipos de investimento antes de operar no mercado, é super importante ter em mente que a alta (ou a baixa) de determinada ação no momento não significa, necessariamente, que esse é um bom (ou mau) investimento.

Utilizar a análise fundamentalista e o valuation na hora de investir é fundamental para auxiliar o investidor a fazer suas escolhas e tomar decisões com mais confiança. Até porque, no mercado financeiro, minimizar riscos e potencializar ganhos é o objetivo de todo mundo, certo?

Então se você deseja estar sempre um passo à frente quando for investir, não deixe de assinar nossa newsletter: o cadastro é gratuito e os assinantes têm acesso, semanalmente, a todos os nossos conteúdos sobre investimentos e finanças!

Posts relacionados

Deixe um comentário